Por victor.abreu
Publicado 16/12/2015 12:25 | Atualizado 16/12/2015 12:25

Japão - Ter o Barcelona à sua frente pela semifinal do Mundial de Clubes da Fifa, no Japão, faz Luiz Felipe Scolari se recordar do tempo em que teve a oportunidade de virar técnico do poderoso clube catalão, quando estava no auge de seu prestígio internacional, vindo de título da Copa do Mundo com a seleção.


Felipão teve chance de ir treinar o BarcelonaEfe

Em janeiro de 2004, o Barça planejava substituir Frank Rijkaard devido a uma sequência de maus resultados. O alvo preferido? Felipão. Ele mesmo conta: "Sandro Rosell era o presidente (na verdade, vice-presidente) e eu estava treinando Portugal. Poderia ter conversado e acertado uma oferta, mas tinha dois anos de contrato e não podia fazê-lo. Teria sido uma falta de ética total. Foi um trem que passou, e a vida é assim", afirmou.


Em 2004, o brasileiro ficou em Portugal, então, e viveria uma das maiores experiências de uma carreira vitoriosa (abalada, no final, pelo estrondoso 7 a 1 que levou da Alemanha no ano passado). Na Eurocopa daquele ano, jogando em casa, ele levou a seleção lusitana à final, mas a equipe acabou derrotada pela surpreendente Grécia. Já o Barça encontraria eventualmente seu caminho com Rijkaard e ganharia diversos títulos, incluindo a Champions League de 2006, com Ronaldinho em campo.


Nesta quinta-feira, o Felipão verá seu Guangzhou Evergrande, campeão asiático e chinês, desafiar os craques do Barça. O treinador voltou a afirmar que é possível vencer a semifinal. "Admiro o futebol do Barcelona, mas já disse aos meus jogadores que podemos surpreender", afirma. "Nossa equipe é qualificada. Para ser campeão da Superliga (chinesa) e campeão da Ásia, é porque tem algo.


"Agradeço à diretoria do Guangzhou por tudo o que faz. Sabemos de nossas limitações e que o Barcelona é um dos três melhores times do mundo. Os jogadores têm vontade, dedicação e inteligência. Queremos fazer um bom jogo. Quantas equipes no mundo não queriam estar neste lugar?", completou.


Fonte: iG

Você pode gostar