Como homologar seu recorde por peso - parte 2

All tackle, categoria em que o peixe concorre por peso e pode ou não ser devolvido à água, é o tema da coluna desta semana

Por O Dia

Rio - Retomando o passo a passo para homologação de recordes, falamos hoje do all tackle, categoria em que o peixe concorre por peso e pode ou não ser devolvido à água. Representante da Associação Internacional de Pesca Esportiva (IGFA), Ian-Arthur de Sulocki avisa que as fotos são as coisas mais importantes e que o peixe tem que ser pesado em balança aferida pelo Inmetro ou a IGFA.

Ian-Arthur exibe tubarão de 60 kg%2C lombo-preto%2C fisgado nas águas de Cuba e solto após a fotoarquivo pessoal

Ian indica como são as fotos: “Tem que tirar uma do peixe com pescador e tralha, outra só do peixe pesado em terra firme, mostrando a balança e a aferição dela em dia. Mais uma do comprimento em uma trena de alfaiate, da ponta do focinho até a ponta da cauda. Outra medindo a ponta do focinho ao centro da cauda para peixes como o pampo, por exemplo. E finalmente a circunferência do peixe na sua parte mais larga, ao lado da nadadeira dorsal”, ensina Ian. Para homologação, é preciso enviar todos os dados e formulário preenchido à IGFA, na Flórida. Mais informções no link https://www.igfa.org/Fish/World-Record-Requirements.aspx.

Renato Silva%3A namorado%2C na isca de bonito%2C em pesca oceânicaReprodução Internet
Paulo Ferreira%3A corvina%2C isca artificial%2C pesca de caiaque%2C na Ilha do GovernadorReprodução Internet
Edu%3A piraúnas%2C isca de camarão vivo%2C Ilha da MadeiraReprodução Internet
José Paulo%3A robalo%2C isca de camarão vivo%2C Ilha da MadeiraReprodução Internet
Herbert%3A piraúna%2C na isca de camarão vivo%2C Ilha da Madeira Reprodução Internet
Márcio%3A corvina%2C na isca de lula%2C na Baía de GuanabaraReprodução Internet
Alexandre Ribeiro%3A robalo%2C na isca artificial%2C em ItacuruçáReprodução Internet
Bruno (15 anos)%3A piraúna%2C na isca de lula%2C em ItacuruçáReprodução Internet
Marcio Moreira da Silva%3A sargo-de-beiço%2C na isca artificial%2C em MangaratibaReprodução Internet
Emiliano Pereira%3A peixe-galo%2C na isca artificial%2C em MangaratibaReprodução Internet
Paulo Roberto Coimbra%3A namorado%2C na isca de bonito%2C em BúziosReprodução Internet
Cleiton Fabio%3A robalo%2C isca artificial%2C Praia de Boa Viagem%2C NiteróiReprodução Internet

CONDIÇÕES DO TEMPO

Ventos de norte mantêm o maçarico no Rio, entre 37 e 40 graus, no fim de semana. Mas atenção para períodos da tarde. Há possibilidade de chuvas de noroeste, com temporais. O mar não sobe. De Lua Crescente, as variações das marés hoje são: baixa a 0.3m, às 3h40, e 0.5m, às 16h20; e alta a 0.9m, às 8h30, e a 0.9m, às 20h30.

DICAS DE PEIXES

MESTRE CANARINHO:

(99953-8100), as iscas são camarão e lula: Quebra Mar da Barra — corvina, carapeba, papa-terra e galhudo ; Cagarras — parguinho, corvina, papa-terra e tira-e-vira; Gragoatá/Boa Viagem — espada, corvina, papa -terra e bagre; Ilhas Pai e Mãe — espada, corvina, castanha e tira-e-vira.

CARLINHOS PIRAÚNA:

Arpoador — espada (noite); Leme — espada (noite); murinho da Urca — corvinota (manhã); pista Claudio Coutinho — olho-de-cão (tarde).

GILBERTO OHOISHI: em Arraial do Cabo, na Praia Grande — tira-e-vira, corvina, pargo e lanceta; na Ponta do Focinho — maria-mole, castanha, goete, tira-e-vira e lanceta; largo da Praia da Ilha — pargo, olho-de-cão e peroá; largo da Pedra Vermelha — pargo, peroá e cavalinha; Boca da Barra de Arraial — maria-mole, goete e lanceta.

Últimas de Esporte