Por fabio.klotz

Rio - O último quarto pesou. O Macaé viu o Mogi das Cruzes emplacar uma corrida de 10 a 0 no período e ficou complicado de correr atrás. Resultado: derrota por 82 a 70, neste domingo, no Juquinha, pelo NBB. O jogo marcou o reencontro das duas equipes. Na temporada passada, em série eletrizante, Mogi levou a melhor e eliminou o rival no playoff.

O Macaé amargou a terceira derrota seguida no NBB. A campanha do time é de três vitórias e nove tropeços ao todo, ocupando a 13ª colocação, fora da zona de classificação para os playoffs. Na próxima rodada, o Macaé terá a chance de se recuperar contra o São José, às 19h30, no Juquinha, na terça-feira.

O Mogi das Cruzes se consolida na quarta colocação do NBB, com sete triunfos em 11 jogos. Na próxima rodada, terá o Flamengo pela frente, na terça-feira, às 20h, no Tijuca.

Disposto a voltar a vencer no NBB, o Macaé chegou a abrir vantagem. Porém, o Mogi das Cruzes se recuperou no segundo tempo e foi para o último quarto vencendo por um ponto. O clube paulista simplesmente entrou no 4º período de forma arrasadora e fez uma corrida de 10 a 0. Os donos da casa lutaram, mas não impediram a derrota.

O cestinha do jogo foi o norte-americano Shamell, de Mogi, autor de 25 pontos. Ainda pelo clube paulista, Tyrone e Filipin também se destacaram com 18 e 15 pontos, respectivamente.

Pelo lado do Macaé, o principal pontuador foi o ala Eddy, autor de 14 pontos. Márcio Dornelles marcou 11, um a mais do que Caleb Brown e Maique (o pivô teve 100% de aproveitamento nos arremessos).

Você pode gostar