Por renata.amaral

Japão - Luis Suárez foi o grande destaque do Mundial de Clubes. O uruguaio teve de ir a campo sem os seus companheiros de ataque na semifinal, contra o Guangzhou Evergrande, e pareceu não sentir falta deles - marcou três gols e levou o Barcelona para a final. Na decisão, balançou as redes duas vezes e chegou à incrível marca de cinco gols na competição em apenas uma edição, se igualando a Messi, que disputou três vezes o torneio. Após a decisão, o atacante já estabeleceu a meta do Barça: manter o nível alto nos gramados.

"Era importante conseguir o título, com a ambição que viemos para essa competição. E fazendo gol, ou seja, o importante era conquistar esse troféu, que é o que mais deixa o torcedor feliz (...) Depois de uma competição assim, que ajudamos o time a avançar, mesmo que não fizesse grande apresentação, o próximo desafio que temos é não deixar o nível cair, seguir com regularidade e conseguindo títulos, para nos manter como a melhor equipe do mundo", disse.

Suárez ganhou a Bola de Ouro do Mundial%2C Messi ficou com a de prata e Iniesta com a de bronzeEfe

As grandes atuações renderam a Suárez o título de melhor jogador do Mundial, conquistando a Bola de Ouro. O uruguaio foi seguido por Messi, com a Bola de Prata, e Iniesta, com a de bronze. O Barcelona também conquistou o troféu Fair Play da competição.

Messi e Neymar completaram o trio titular deste domingo. O argentino abriu o placar, com assistência do brasileiro, que também esteve presente no segundo gol de Suárez. Os dois só tiveram a presença no jogo confirmada pouco antes do início da partida.

"Sim, eles queriam jogar essa partida. Tiveram algumas dificuldades nos últimos dias. Não vamos destacar só o Messi, mas todo o grupo que fez um sacrifício para chegar bem e com condições neste jogo", afirmou Suárez.

Você pode gostar