Pai de Neymar nega encontro com dirigentes do Real Madrid antes da Bola de Ouro

Programa de rádio insinuou que atacante brasileiro se reuniu com representantes de rival ao lado de seu empresário

Por O Dia

Espanha - Astro do Barcelona, Neymar teria aproveitado a Bola de Ouro, premiação em que a Fifa escolhe o melhor jogador do mundo no ano, para negociar com dirigentes do rival Real Madrid? A hipótese, levantada pelo programa "Al Primer Toque", da rádio espanhola Onda Cero, foi negada pelo pai do atacante brasileiro nesta quinta-feira.

"Esse encontro é uma bobagem. Estávamos todos juntos no mesmo hotel, os dirigentes de Barcelona e Real Madrid, nos cumprimentamos, mas não houve qualquer reunião. Isso é uma invenção - disse Neymar Silva ao jornal catalão "Mundo Deportivo".

Neymar vem sendo especulado no Real MadridEfe

Segundo o "Al Primer Toque", Neymar, seu pai e os empresários André Cury e Wagner Ribeiro conversaram com representantes do Real Madrid na Suíça antes da entrega da Bola de Ouro, dada ao atacante argentino Lionel Messi, do Barcelona. O estafe do brasileiro estaria usando o interesse de outros clubes, principalmente o de um rival, para inflacionar o salário do jogador numa futura renovação de contrato.

"André Cury é um empregado do Barcelona, portanto, como nós iríamos nos reunir com o Real Madrid e com ele? Não faz sentido. O único representante de Neymar sou eu e o único que pode negociar sou eu", completou o pai de Neymar.

Terceiro colocado na última eleição da Fifa para o melhor do mundo, Neymar tem contrato com o Barcelona até junho de 2019 e vem discutindo a extensão de seu acordo, mas sofre assédios de clubes como PSG, Real Madrid, Manchester City e Manchester United.

Últimas de Esporte