Por fabio.klotz

Rússia - O Comitê Olímpico Russo (COR) anunciou nesta segunda-feira a desclassificação de outros quatro atletas por doping, entre eles a meio-fundista Irina Maracheva, vice-campeã europeia na prova dos 800m de Helsinque em 2012. Segundo o comunicado divulgado no site do COR, Maracheva e a marchadora Anna Lukianova foram suspensas por um prazo de dois anos com base na documentação enviada pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF).

Já as pouco conhecidas corredoras Yelena Nikulina e Maria Nikolayeva, que tinham sido sancionadas pela agência antidoping russa (RUSADA), receberam suspensão de quatro anos.

O COR explicou que tomou essa decisão em linha com sua política de tolerância zero com o consumo de substâncias proibidas, cujo objetivo é incentivar a IAAF a cancelar o veto à participação dos atletas russos em competições internacionais e especialmente nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A Federação Russa de Atletismo (FRA) foi punida em novembro do ano passado após o escândalo gerado por um relatório da comissão independente da Agência Mundial Antidoping (AMA) que acusava a Rússia de institucionalizar o depoing e esconder resultados positivos. Contudo, o ex-presidente da AMA, Richard Pound, que dirige a comissão independente, afirmou recentemente que a Rússia ainda tem tempo de introduzir as mudanças necessárias para que seus atletas possam competir nos Jogos Olímpicos deste ano.

Você pode gostar