Djokovic bate freguês Murray e se iguala como maior campeão na Austrália

Melhor do mundo faturou mais um Grand Slam

Por O Dia

Espanha - Na reedição da final de 2015, mais uma vez não deu para Andy Murray: o sérvio Novak Djokovic confirmou o favoritismo e repetiu a vitória sobre o rival britânico para conquistar neste domingo o sexto título do Aberto da Austrália. Djokovic sofreu menos neste ano para bater o freguês Murray e levantar mais um troféu no Melbourne Park. Vitória por 3 sets a 0, parciais de 6-1, 7-5 e 7-6 (3).

Na última decisão, o britânico, agora cinco vezes vice-campeão na Austrália (quatro delas em derrotas para o sérvio), tinha conseguido vencer um dos sets. Com o novo triunfo, depois das vitórias em 2008, 2011, 2012, 2013 e 2015, o atual líder do ranking da ATP se igualou ao australiano Roy Emerson como o maior campeão da história do torneio.

Djokovic foi campeão do Aberto da AustráliaEfe

Foi o 11º Grand Slam da carreira do sérvio, o mesmo número de títulos em majors do sueco Björn Borg e do também australiano Rod Laver. Djokovic agora só está atrás do próprio Emerson, com 12, do espanhol Rafael Nadal e do americano Pete Sampras, ambos com 14 conquistas, e do suíço Roger Federer, líder com 17. Depois de ser atropelado no primeiro set, Murray se recuperou no segundo. Pressionou Djokovic, mas não resistiu a pressão no momento decisivo no fim do set, mandou uma bola na rede e deu a vitória ao adversário.

O britânico começou o terceiro set afetado pela derrota no segundo. Djokovic aproveitou e quebrou o serviço do rival com uma bela passada, um indicativo de que já confirmaria o título sem a necessidade de prolongar a partida. Murray, porém, mostrou que estava vivo. Venceu o terceiro game, colocou pressão sobre o sérvio no quarto, chegando a ter um break point, que acabou desperdiçado. O mesmo ocorreu no sexto game, mas, desta vez, o britânico se impôs, conseguiu a quebra, virando o set na sequência após confirmar o serviço.

Apesar da recuperação, Murray voltou a falhar na hora em que não podia. Mais uma vez, o segundo colocado do ranking mundial teve chances de fechar o set, mas manteve Djokovic vivo no jogo após um erro não forçado de direita, levando a disputa para o tie-break. No game de desempate, Djokovic dominou. Abriu três pontos de vantagem, jogou a pressão para o rival, que voltou a falhar. O sérvio aproveitou e confirmou o sexto título da carreira no Aberto da Austrália.

Últimas de Esporte