Tratamento de Michael Schumacher custa R$ 45,7 milhões por ano, diz jornal

Ex-piloto sofreu acidente de esqui em dezembro de 2013

Por O Dia

Suíça - O estado de saúde do ex-piloto Michael Schumacher continua uma incógnita. Sem informações oficiais, pouco se sabe sobre a saúde do heptacampeão mundial. Durante a última semana, Luca di Montezemolo, ex-presidente da Ferrari e amigo pessoal do alemão, disse que as notícias sobre o estado de saúde de Schumacher não eram boas.

Schumacher sofreu acidente de esqui em dezembro de 2013Reuters

Desde que deixou o hospital em Mèribel, o ex-campeão vem recebendo tratamento na sua casa, na Suíça, e, de acordo com os jornais ingleses "Daily Mail" e "Daily Express", tem seus gastos médicos em torno de R$ 45,7 milhões por ano. Em 2013, pouco antes de sofrer o acidente, a fortuna do alemão estava avaliada em cerca de R$ 36,6 bilhões.

Relembre o caso

O piloto alemão Michael Schumacher esquiava com o filho quando se acidentou no dia 29 de dezembro de 2013. O heptacampeão da Fórmula 1 foi transportado de helicóptero para o hospital de Grenoble, com múltiplas lesões na cabeça. Ao chegar, estava em coma e necessitou de imediata intervenção neurocirúrgica.

O ex-campeão permaneceu em coma até julho de 2014, deixando o hospital pouco tempo depois para ser tratado em casa. A partir de então, a família do alemão blindou o vazamento de informações oficiais sobre seu estado de saúde real.

Fonte iG

Últimas de Esporte