Fifa multa Beckenbauer por não ajudar em investigações da entidade

Ele não cooperou na apuração de irregularidades na escolha de sedes da Copa do Mundo

Por O Dia

Suíça - O Comitê Independente de Ética da Fifa anunciou nesta quarta-feira uma advertência e multa ao ex-jogador alemão Franz Beckenbauer, que presidiu o Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2006.

Beckenbauer é punido pelo Comitê de Ética da FifaReuters

O painel, presidido por Jack Kairko, decidiu pela punição após analisar as investigações realizadas por Vanessa Allard. O comitê independente considerou que o 'Kaiser' não cooperou nas investigações sobre a definição das sedes das Copas de 2018 e 2022, que acontecerão respectivamente na Rússia e no Catar, algo que foi pedido a ele reiteradas vezes.

O comitê alegou também que solicitou informações durante uma reunião pessoal e em documentos escritos apresentados em inglês ao alemão.

"O Sr. Beckenbauer, portanto, não se comportou de acordo com as normas de conduta aplicáveis aos funcionários de futebol no contexto das investigações, violando assim o artigo 13 do Código de Ética da Fifa", considerou.

Além disso, o organismo vê o dirigente alemão culpado de violar o artigo 18 (dever de informação, cooperação e apresentação de relatórios) e o 42 (obrigação geral de colaborar). Contudo, foi detalhado que posteriormente o ex-jogador demonstrou vontade de cooperar. Com isso, a punição, que entra em vigor nesta quarta-feira, foi convertida em advertência e muita de 7 mil francos suíços (R$ 28,2 mil).

O caso não tem a ver com os assuntos relacionados com a nomeação da Alemanha como sede da Copa de 2006.

Últimas de Esporte