Por renata.amaral

Austrália - O brasileiro Filipe Toledo deu um show nas ondas de Snapper Rocks e garantiu seu lugar nas quartas de final da etapa de Gold Coast do Circuito Mundial de Surfe. Nas águas australianas, ele chegou a tirar uma nota 10 perfeita (unanimidade entre todos os juízes), superando o local Joel Parkinson e o norte-americano Conner Coffin.

Filipinho, como é conhecido, totalizou 19,20 pontos, levando ainda uma nota 9,20 após o 10. Parkinson marcou 15,43 e Coffin, 11,53. Antes disso, na terceira rodada, o brasileiro já havia batido o local Ryan Callinan por 16,60 a 5,00. Agora Filipinho aguarda os demais resultados para conhecer seu adversário nas quartas de final.

Filipinho tirou 10 na quarta fase e foi às semifinais de Gold CoastDivulgação

Ainda pela terceira rodada, os brasileiros não tiveram bons resultados. Jadson André foi eliminado pelo local Parkinson, que viria a enfrentar Filipinho na sequência, por 14,83 a 13,66. Italo Ferreira foi batido por Coffin, também rival de Toledo, por 14,04 a 13,83.

Wiggolly Dantas foi derrotado por Adrian Buchan por 15,43 a 13,70 e Gabriel Medina, campeão mundial em 2014, se despediu da etapa ao ser superado pelo local Stuart Kennedy por 16,80 a 16,53. Outra queda inesperada foi a do local Mick Fanning. Um dos finalistas do ano passado, o australiano não resistiu ao havaiano Sebastian Zietz, por 14,50 a 12,50.

Já o atual campeão Adriano de Souza, o Mineirinho, e Caio Ibelli, avançaram à quarta rodada com triunfos sobre surfistas da casa. Mineirinho derrotou Mikey Wright por 16,17 a 14,04, enquanto Ibelli bateu Josh Kerr por 11,83 a 7,60.

Na sequência, porém, Mineirinho e Ibelli não foram tão bem. Enquanto Filipe Toledo arrasava em suas ondas, a dupla era superada pelo local Matt Wilkinson, com 14,10. Mineirinho anotou 11,80 e Ibelli, 10,50. Assim, terão que disputar a repescagem para tentar vaga nas quartas de final.

Você pode gostar