Luis Suárez revela aposta com Neymar e diz que jogará com 'mais moderação'

Atacante volta à seleção do Uruguai após nove jogos suspenso

Por O Dia

Uruguai - Acostumados a jogar juntos e a formar um ataque dos sonhos ao lado de Lionel Messi no Barcelona, Neymar e Luis Suárez estarão em lados opostos na partida entre Brasil e Uruguai na próxima sexta-feira, no Recife, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 e quem sair derrotado terá de pagar um hambúrguer ao outro.

Suárez foi quem revelou, em entrevista coletiva na terça-feira, a existência da disputa entre ambos. Ele disse que os dois costumam se aquecer juntos antes dos jogos do Barça e destacou que, embora seja consequência de uma série de brincadeira entre eles, a aposta tem um caráter sério. "O hambúrguer tem de ser pago, certamente", garantiu 'El Pistolero'.

Suárez falou sobre confronto contra o BrasilEfe

O atacante não disputa uma partida oficial pela 'Celeste' desde a vitória sobre a Itália na fase de grupos da Copa de 2014, em que mordeu o zagueiro adversário Giorgio Chiellini. Depois disso, teve de cumprir suspensão e foi desfalque durante a Copa América e as quatro primeiras rodadas das Eliminatórias.

"Vou voltar jogando com a mesma atitude de sempre, pressionando, brigando, mas agora com mais moderação e inteligência", declarou Suárez ao ser perguntado se mudaria sua forma de jogar após o longo gancho.

Suárez retornará à bicampeã mundial na Arena Pernambuco. Depois, na próxima terça-feira, jogará pela primeira vez em dois anos em Montevidéu, no Estádio Centenário, contra o Peru. A torcida uruguaia já comprou os 40 mil ingressos colocados à venda.

"Estou há semanas trabalhando para conduzir a ansiedade e o nervosismo. Sei que é especial porque muito tempo passou, mas me sinto apenas mais um jogador que vem dar o melhor de si", comentou.

O camisa 9 'celeste' definiu a seleção brasileira como uma equipe muito forte, especialmente do meio-campo para frente, mas fez ressalvas quanto a fragilidades defensivas. "E nós temos um poder defensivo que sempre foi demonstrado, além de um poder ofensivo que sempre fez a diferença", enalteceu.

Em sua volta, Suárez lamentou a ausência do fisioterapeuta Walter Ferreira, que ganhou destaque por ter ajudado 'Luisito' a se recuperar de uma artroscopia no joelho esquerdo em apenas 28 dias antes do Mundial de 2014. 'Mão Santa', como ficou conhecido, morreu em 3 de janeiro deste ano. "Ele sabe o quão importante foi", afirmou o atacante, visivelmente emocionado.

Últimas de Esporte