No seu retorno à Seleção, Diego Alves fala em 'cuidado especial' com Suárez

Goleiro do Valencia, que foi cortado da Copa América por conta de uma grave lesão no joelho, conta com a experiência no futebol da Europa para encarar o atacante do Barcelona

Por O Dia

Teresópolis - A vaga para fechar o gol da seleção brasileira na partida contra o Uruguai, pelas Eliminatórias da Copa, ainda não está definida. Apesar de Alisson ter atuado como titular nos últimos três compromissos, Dunga não indicou qual dos arqueiros deve entrar em campo nesta sexta-feira. Preparado, Diego Alves conta com a experiência no futebol espanhol como um diferencial - jogador do Valencia, o goleiro já encarou a maior arma uruguaia: Luis Suárez.

"Há muito tempo na Europa, já enfrentei vários atacantes. Messi, Suárez e Neymar, acho que são os três mais temidos. Temos de ter cuidado especial com o Suárez, pelo momento espetacular, mas tem o Cavani, outros jogadores de nível", disse Diego Alves, que respondeu os comentários do jogador do Barcelona sobre as 'dificuldades defensivas' da Seleção:

Diego Alves falou sobre retorno à SeleçãoEfe

"Da mesma maneira, eles também têm pontos negativos. Somos a Seleção, temos de acreditar na gente, nos jogadores. Não vamos nos deixar influenciar pela opinião pessoal dele."

Após sofrer uma grave lesão no ano passado, Diego acabou cortado da Seleção para a Copa América. O goleiro rompeu o ligamento cruzado do joelho esquerdo e teve de passar por uma cirurgia, ficando seis meses afastado dos gramados. Feliz com a nova oportunidade na equipe de Dunga, o jogador comemorou a chance e garantiu estar preparado para os confrontos.

"Estou feliz de voltar após período de lesão grave. Vou aproveitar cada minuto para voltar. Me sinto bem, confortável, tenho a confiança. Sobre jogar, a decisão é de Dunga. Todos querem vencer. Temos de estar juntos para conquistar o objetivo principal, que é a vaga no Mundial", garantiu.

O Brasil segue na preparação para encarar o Uruguai, nesta sexta-feira, na Arena Pernambuco, às 21h45. Na sequência, a equipe enfrenta o Paraguai, no Defensores del Chaco, na próxima terça-feira.

Últimas de Esporte