Com um a menos, Real se supera e vira contra o Barcelona fora de casa

Após ter Sergio Ramos expulso, Merengues mostraram força e conseguiram a vitória após belo gol de Cristiano Ronaldo

Por O Dia

Espanha - O gol de Piqué no início do segundo tempo deu a impressão de que o Barcelona chegaria a 40 jogos de invencibilidade na temporada. Porém, a equipe do Barça não esperava a força de recuperação do Real Madrid. Com direito a expulsão de Sergio Ramos, os Merengues se superaram e com gols de Benzema e Cristiano Ronaldo conseguiram derrotar o maior rival por 2 a 1 neste sábado, no Camp Nou. 

GALEIRA: Confira as imagens da vitória do Real Madrid sobre o Barcelona

Em grande fase na temporada, o trio Messi, Suárez e Neymar pouco conseguiu mostrar e foram apáticos na partida, sendo marcados muito bem pela defesa do Real. Destaque para Casemiro, que limitou bastante as ações do camisa 10 do Barcelona no jogo. O trio que realmente fez diferença na partida foi o do Real Madrid. Benzema e Cristiano deixaram o seu, enquanto Bale, apesar de não ter marcado, comandou as ações ofensivas na partida. 

Benzema abriu o caminho para vitória do Real Madrid contra o Barcelona por 2 a 1Efe

Com o gol marcado, Cristiano Ronaldo abriu ainda mais diferença na artilharia e chegou a 29 gols. Já Benzema chegou aos 21 e se igualou a Neymar na briga pela chuteira de ouro na Espanha. A vitória ainda reacende a esperança do Real Madrid na briga pelo título. Os Merengues chegam a 69, sete a menos do que o Barcelona, mas ainda se mantém na disputa. O Barcelona para nos 76 e vê o Atlético de Madrid encostando após vencer o Bétis na rodada e chegar a 70.

Na terça-feira, o Barcelona volta a campo para enfrentar justamente o Atlético de Madrid, pelas quartas de final da Liga dos Campeões, no Camp Nou. Já o Real Madrid encara o Wolfsburg, na quarta-feira, na Alemanha.

O JOGO

O clássico no Camp Nou começou com uma linda e comovente homenagem a Johan Cruyff. O eterno ídolo do Barcelona morreu durante esta semana vítima de um câncer no pulmão e neste sábado foi exaltado como o grande ícone que é para a torcida Blaugrana. Em campo, o primeiro tempo do clássico foi mais brigado e estudado, do que rico em chances de gols e emoções. A primeira grande chance do Barça veio com Suárez. O uruguaio foi servido por Neymar e já dentro da área chutou para fora, desperdiçando uma oportunidade que não é comum ser jogada fora. Recuado e buscando o contra-ataque, o Real dava campo ao adversário para trabalhar a bola.

Após um primeiro tempo fraco tecnicamente%2C Piqué tratou logo de abrir o placar no segundoEfe

Aos 19, Rakitic também teve mais uma boa chance para o abrir o placar no Camp Nou, mas parou em Keylor Navas. Era o primeiro milagre realizado pelo goleiro do Real Madrid na partida. Discretos em campo, Messi e Cristiano Ronaldo pouco fizeram no primeiro tempo e foram apenas discretos. Igualmente marcado e discreto, Neymar tamém teve dificuldades em dar prosseguimento nos lances em que tentou.

Após um primeiro tempo escasso de lances, a segunda etapa começou fervendo. Logo aos 2, Messi teve boa chance em falta próxima a área, mas bateu ao lado da meta de Keylor Navas. A pressão do Barcelona seguia intensa e aos 8, o goleiro do Real Madrid apareceu para fazer seu segundo milagre. O camisa 10 do Barça recebeu na entrada da área e deu um toque de cobertura lindo, mas o arqueiro madrilenho voou para evitar um gol e fazer uma defesa de cinema no Camp Nou.

Porém, Nava nada pode fazer três minutos depois. Após escanteio bem cobrado por Neymar, Piqué apareceu sozinho na área e voou para cabecear a bola para o gol. 1 a 0 e festa azul e grená no Camp Nou. Acuado em campo, o Real Madrid resolveu acordar para a partida com o gol e cinco minutos depois conseguiu chegar ao empate. Marcelo fez bela jogada pela esquerda e virou o jogo para achar Kroos livre na direita. O meia alemão tentou cruzar, a bola desviou na zaga e ficou oferecida para Benzema acertar um belo voleio sem chances para Bravo. Golaço do Real e tudo igual na Catalunha.

Cristiano Ronaldo comemora com Jesé%3A O Luso chegou aos 29 gols no Espanhol e é o artilheiro isoladoEfe

O cenário do jogo ficou muito bem definido após os gols. O Barcelona se jogou a frente, atacando de todas as formas e o Real Madrid sempre saía na boa, buscando os contra-ataque. Em dois lances seguidos, essa questão ficou clara. Aos 25, após descida rápida do Real, Bale recebeu na entrada da área e chutou para boa defesa de Bravo. No minuto seguinte, o Barça veio com tudo e em triangulação entre Daniel Alves, Messi e Suárez, o uruguaio recebeu com liberdade, mas sua finalização acabou desviando em Neymar e indo pela linha de fundo. O camisa 11 do Barcelona, por sinal, pouco aparecia para o jogo e fazia um jogo apático.

A partida ficou lá e cá nos últimos 15 minutos. Aos 34, Suárez teve mais uma chance para deixar a sua marca no clássico, mas chutou ao lado de Keylor Navas. Na sequência, a polêmica se instarou no Camp Nou. Após belo cruzamento de Cristiano Ronaldo, Bale subiu mais que Jordi Alba e testou para balançar as redes. Porém, a arbitragem anulou o gol do Real Madrid alegando falta inexistente em cima do lateral do Barça. Apático em campo, os donos da casa começaram a passar sufoco na partida. 

No ataque seguinte ao gol mal anulado, Cristiano Ronaldo recebeu pela esquerda, abriu e chutou. A bola bateu no travessão e calou o Camp Nou. Aos 37, o Real se complicou na partida. Após entrada dura em cima de Suárez, Sergio Ramos recebeu o segundo amarelo e deixou os Merengues com um a menos.

Anulado por Casemiro%2C Messi parecia não acreditar na virada do Real Madrid mesmo com um a menosEfe

Porém, a diferença numérica não fez falta para a equipe da capital. Em contra-ataque de manual, Bale rece beu na direita livre, cruzou com maestria para Cristiano Ronaldo dominar lindamente e finalizar com categoria para virar o jogo no Camp Nou. O Barcelona se lançou ao ataque de qualquer forma, tentando uma blitz com o seu trio ofensivo. Porém, Messi, Neymar e Suárez não estavam em uma noite inspirada e viram a invencibilidade de 39 jogos na temporada irem pelo ralo, mesmo estando em vantagem numérica e jogando em casa. 

Com a vitória no Camp Nou, Zidane entra para um seleto grupo do Real Madrid. O francês entra no rol dos treinadores que ganharam um clássico fora de campo como jogador e técnico e faz companhia a Valdano e Di Stéfano. 

FICHA TÉCNICA

BARCELONA x REAL MADRID

Estádio: Camp Nou
Gols: Piqué (Barcelona, aos 11' do 2ºT), Benzema (Real Madrid, aos 16' do 2ºT), Cristiano Ronaldo (Real Madrid, aos 39' do 2ºT)
Cartões Amarelo: Mascherano, Luis Suárez (Barcelona) e Caravajal, Sergio Ramos (Real Madrid)
Cartões Vermelho: Sergio Ramos (Real Madrid)

BARCELONA: Bravo, Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Jordi Alba, Sergio Busquets, Rakitic (Arda Turan, aos 28' do 2ºT) e Iniesta, Neymar, Messi e Luis Suárez. Técnico: Luis Enrique

REAL MADRID: Keylor Navas, Carvajal, Pepe, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Modric e Kroos, Bale (Lucas Vasquéz, aos 41' do 2ºT), Cristiano Ronaldo e Benzema (Jesé, aos 32' do 2ºT). Técnico: Zidane

Últimas de Esporte