Por renata.amaral

Estados Unidos - O Golden State Warriors pode ter feito a melhor campanha da temporada, ser o time do MVP (jogador mais valioso) Stephen Curry e do t√©cnico do ano na NBA, Steve Kerr, mas quem est√° na frente na decis√£o da Confer√™ncia Oeste √© o Oklahoma City Thunder Na noite da √ļltima segunda-feira, o Thunder surpreendeu o Warriors fora de casa e venceu por 108 a 102 para fazer 1 a 0 na s√©rie melhor de sete.

Com o resultado, o time de Oklahoma City roubou o mando de quadra do Warriors e será o campeão do Oeste se vencer as três partidas marcadas seu domínio. Ao rival de Oakland, resta vencer o Jogo 2 nesta quarta-feira, novamente em casa, para se manter com boas chances de classificação à decisão da NBA.

O Thunder derrotou o Warriors e abriu 1 a 0 na final do Oeste Efe

Apesar da derrota, o Warriors come√ßou melhor na √ļltima segunda-feira, soube impor sua velocidade caracter√≠stica e chegou a abrir 14 pontos de vantagem. S√≥ que o Thunder tamb√©m est√° acostumado com este tipo de jogo e conseguiu equilibrar. O primeiro tempo, ali√°s, ficou nisso: o time da casa abria vantagem, os visitantes diminu√≠am, mas s√≥ para verem os anfitri√Ķes dispararem novamente.

As duas equipes souberam aproveitar bem os erros do adversário. Foram dez desperdícios de bola para o Thunder e sete para o Warriors somente no primeiro tempo, o que gerava contra-ataques rápidos de ambos os lados e pontos fáceis. Quando o ritmo diminuía e as equipes eram obrigadas a criar jogadas, as cestas ficavam mais escassas.

Kevin Durant e, principalmente, Russell Westbrook decepcionaram no primeiro tempo. Foram sete desperdícios de bola somente deles, Durant marcou 13 pontos e Westbrook, três. Mas quando o armador acordou no terceiro período, mudou o rumo da partida.

O início do segundo tempo trouxe um Westbrook muito mais agressivo, atacando a cesta e marcando 19 pontos em 12 minutos. Do outro lado, Curry seguia tendo dificuldades para conduzir a armação, cometia erros, e o resultado disso tudo foi uma vitória por 28 a 18 do Thunder no período.

No √ļltimo quarto, Westbrook e Durant voltaram a oscilar ofensivamente, mas n√£o tanto quanto o Warriors. A equipe conhecida pela incr√≠vel qualidade no arremesso de tr√™s acabou pecando justamente neste quesito, apostou demais nas bolas de tr√°s da linha e acertou somente uma das dez tentativas nos 12 minutos finais.

Com tantos erros dos dois lados, o placar seguiu equilibrado até o minuto final, mas a 30 segundos para o fim da partida, Durant acertou arremesso decisivo que levou a diferença para cinco pontos e garantiu o triunfo do Thunder.

Com 24 pontos no segundo tempo, Westbrook acabou como cestinha da partida, com 27 pontos. Ele também deu 12 assistências e roubou incríveis sete bolas, fruto de sua ótima marcação em Stephen Curry, outro fator decisivo para a partida. Durant terminou com 26 pontos, enquanto Steven Adams também teve papel decisivo ao contribuir com 16 pontos e 12 rebotes.

Pelo Warriors, Curry terminou com 26 pontos, 10 rebotes e sete assistências, mas perdeu sete vezes a bola. Klay Thompson foi o principal jogador do time no primeiro tempo, mas marcou somente seis pontos no segundo e terminou com 25. Ele também foi o responsável por parar Westbrook durante boa parte da partida. Draymond Green ainda contribuiu com 23 pontos, enquanto Leandrinho marcou dois em quatro minutos em quadra e Anderson Varejão não atuou.

Os playoffs da NBA terão sequência nesta terça-feira com o início da decisão da Conferência Leste. O Cleveland Cavaliers, que ainda não perdeu nesta pós-temporada após enfrentar Detroit Pistons e Atlanta Hawks, recebe o Toronto Raptors, que vem de duas vitórias em séries por 4 a 3, contra Indiana Pacers e Miami Heat.

Você pode gostar