'O leque de opções se abriu', diz Dunga após vitória do Brasil sobre o Panamá

Técnico testou jogadores e variações táticas no amistoso

Por O Dia

Estados Unidos - Apesar de ter sido magra a vitória da seleção brasileira sobre o Panamá neste domingo por 2 a 0, o técnico Dunga saiu satisfeito com as alternativas que o amistoso trouxe em relação à escalação e às variações táticas. O leque de opções se abriu na visão do treinador.

Dunga ficou satisfeito com o que viu na vitória do Brasil sobre o PanamáLucas Figueiredo / MoWA Press / Divulgação

"Acho que o leque se abriu mais, e as convicções se confirmaram. Se trouxemos novos jogadores para abrir o leque e eles corresponderam, quer dizer que nossas convicções e nosso leque aumentaram. Temos outras opções para colocar em campo. Tudo que nós tínhamos pensado os jogadores estão correspondendo à nossa expectativa", afirmou o treinador em entrevista coletiva no Estádio Dick's Sporting Goods Park, em Denver.

O treinador fez as seis substituições a que tinha direito. As mais importantes foram a entrada de Hulk no lugar de Luiz Gustavo, o que fez o treinador observar a equipe sem um volante clássico de marcação, e também a troca de Gabriel no lugar de Jonas. O treinador também escalou Rodrigo Caio como volante no lugar de Renato Augusto - o zagueiro são-paulino vinha atuando como zagueiro.

Dunga também alterou os esquemas táticas. Ele começou no 4-1-4-1, passou para o 4-4-2 e fechou o jogo no 4-2-3-1. "Todas elas (formações) foram boas. Queríamos sair no segundo tempo com mais um homem de meio na frente, mas como nunca tínhamos jogado com dois atacantes mais enfiados, propusemos essa alternativa para tentar provar algumas situações", disse o treinador. "Algumas coisas saíram como nós treinamos, em outras temos de melhorar, como é normal."

Por Almir Leite e Gonçalo Junior

Últimas de Esporte