Sem empolgar, Brasil vence o Panamá no único teste antes da Copa América

Jonas mostra faro de gol. Estrela de Gabriel também brilha

Por O Dia

Estados Unidos - Longe de empolgar, a seleção brasileira fez o único teste antes da estreia na Copa América Centenário. O Brasil nem precisou forçar para bater o Panamá, neste domingo, no Estádio Dick’s Sporting Goods Park, em Denver, nos Estados Unidos: 2 a 0. A atuação, até certo ponto, foi burocrática, sem brilho. Dunga aproveitou para experimentar duas formas de jogar. Em cada tempo, ele viu o faro de artilheiro de Jonas e a estrela de Gabriel. Além deles, Philippe Coutinho também aproveitou para mostrar serviço.

Jonas aproveitou cruzamento de Douglas Santos e abriu o placarLucas Figueiredo / MoWA Press / Divulgação

O Brasil começou o teste com a seguinte formação: Alisson; Daniel Alves, Gil, Miranda e Douglas Santos; Luiz Gustavo e Elias; Willian, Renato Augusto e Philippe Coutinho; Jonas. Dunga, no segundo tempo, também lançou Hulk, Lucas Lima, Gabriel, Fabinho, Rodrigo Caio e Kaká.

FOTOGALERIA: As imagens da vitória da seleção brasileira sobre o Panamá

A seleção brasileira estreia na Copa América Centenário no sábado, às 23h, contra o Equador. O Brasil está no Grupo B e também enfrentará, na sequência, Haiti e Peru.

O jogo

O começo foi promissor. Logo no segundo minuto, Douglas Santos cruzou da esquerda, Elias não conseguiu finalizar, mas Jonas mostrou faro de artilheiro e fez 1 a 0. Philippe Coutinho, em jogada individual, quase ampliou. Daniel Alves, em cobrança de falta, também obrigou o goleiro Penedo a trabalhar.

O Brasil, porém, diminuiu o ritmo. O Panamá tentou se soltar mais e buscou o jogo aéreo. Em um deles, Baloy ganhou pelo alto, mas mandou a bola para fora. A Seleção mostrou na etapa inicial que pretende ter a posse de bola, evitar chutão e buscar os lados do campo, além de sempre pressionar a saída do rival.

Dunga tornou o Brasil ainda mais ofensivo no segundo tempo. Ele sacou o volante Luiz Gustavo para a entrada de Hulk. Desta forma, alterou o 4-1-4-1 para o 4-4-2. O atacante perdeu chance clara. Ele cabeceou no alto, sozinho, em cima do goleiro rival. Depois, o técnico lançou Gabriel e Lucas Lima. Gabigol mostrou estrela. Daniel Alves lançou, ele ficou com a bola e bateu com categoria: 2 a 0. Foi a estreia dele com a Seleção principal.

Kaká, outro a entrar no segundo tempo, perdeu outra chance de gol. Com uma atuação burocrática e sem forçar, o Brasil bateu o Panamá.

Últimas de Esporte