Copa UPP reúne mais de mil jogadores de 35 comunidades do Rio

Três primeiras equipes da competição receberão bolsas de ensino à distância. Torneio ocorre até o dia 30 de julho

Por O Dia

Rio - A segunda edição da Copa UPP 2016 – campeonato de futebol entre policiais e moradores de comunidades com Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) – começou neste sábado e vai até o dia 30 do mês que vem. O torneio conta com a participação de 1.050 jogadores de 35 comunidades do Rio e tem o objetivo de promover a integração entre os PMs e a população, assim como a transformação social por meio do esporte e da educação. 

Os 90 integrantes das três primeiras equipes da competição receberão bolsas de ensino à distância. Também serão sorteadas seis bolsas de graduação e/ou pós-graduação presencial na Universidade Estácio de Sá entre as três equipes mais bem colocadas. E sempre tem a chance de algum talento ser descoberto. Em 2015, jogadores foram contratados por times profissionais.

“O futebol reúne valores como respeito, disciplina e, principalmente, integração. Fazemos um campeonato profissional, com árbitros federados, equipe médica, treinadores, toda a estrutura de um torneio oficial. É maravilhoso ver a integração dos moradores e policiais, jogando e torcendo juntos. E depois, saírem dali com oportunidade de desenvolvimento profissional e educacional”, afirmou Marco Antônio Cabral, secretário de Estado de Esportes, Turismo e Lazer, que acompanhou as primeiras partidas deste fim de semana no campo do Quartel do Corpo de Bombeiro, em Guadalupe.

Placar dos jogos deste sábado:

Formiga 3 X 1 Batan
Manguinhos 0 X 1 Vidigal
Cajú 5 X 0 Chatuba
Arara Mandela 1 X 5 Barreira Tuiutí
Fé e Sereno 0 X 2 Providência
São Carlos 2 X 1 Jacarezinho

Domingo (05/06), às 9h e 11h, jogam as comunidades:
Salgueiro, Babilônia/Chapéu Mangueira, Rocinha, Andaraí, Santa Marta, São João, Camarista Méier, Adeus Baiana, Alemão, Borel, Pavão Pavãozinho/Cantagalo, Fazendinha.

Últimas de Esporte