Liberado para a Olimpíada, Marquinhos deve ser titular da Seleção na quarta

Zagueiro continua na vaga de Miranda, ainda em recuperação

Por O Dia

Estados Unidos - O zagueiro Marquinhos confirmou sua participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Na manhã desta segunda-feira, o atleta do Paris Saint-Germain afirmou que já conseguiu a liberação do clube francês para defender a seleção brasileira.

Marquinhos deve ser mantido na zaga brasileira contra o Haiti Lucas Figueiredo / MoWA Press / Divulgação

"Já falei (com a diretoria do PSG). Já está tudo certo (em relação à liberação para os Jogos)", afirmou em entrevista coletiva.

Depois de atuar na estreia diante do Equador, o atleta deverá ser novamente titular na partida contra o Haiti, na quarta-feira, pela Copa América Centenário. Miranda está em fase de recuperação de uma lesão muscular, mas tem poucas chances de atuar.

"Tivemos coisas positivas na partida contra o Equador. Colocamos em prática muita coisa que nós tínhamos treinado. A gente vai analisar melhor os pontos que podemos explorar para fazer um excelente jogo", disse o zagueiro.

Embora o Haiti seja teoricamente o adversário mais fraco da chave, Marquinhos afirma que não existem jogos fáceis na Copa América.
"Assistimos ao jogo do Haiti diante do Peru. Foi um jogo equilibrado. Vi também alguns momentos do jogo deles contra a seleção olímpica. Hoje, o futebol está muito nivelado. Todos sabem atacar e defender. Temos de analisar onde podemos explorar melhor para sair com um resultado positivo", afirma.

O ex-corintiano nega que já tenha acertado sua transferência para o Barcelona, como chegou a noticiar a imprensa espanhola. "Surgem especulações no fim da temporada. Tenho contrato até 2019. Estou pensando na seleção brasileira e na Copa América. Sei o que está em jogo. Tudo vai ser resolvido após sair da Copa América", diz.

Por Almir Leite e Gonçalo Junior

Últimas de Esporte