Inglaterra empata e se garante nas oitavas; Eslováquia ainda tem chance

Em mais uma apresentação abaixo das expectativas, Inglaterra terminou a primeira fase atrás do País de Gales no Grupo B

Por O Dia

França - Mesmo com os artilheiros do Campeonato Inglês em campo, a seleção da Inglaterra não conseguiu buscar sua segunda vitória nesta Eurocopa, na França. Apesar disso, o empate sem gols com a Eslováquia garantiu o time comandado pelo técnico Roy Hodgson nas oitavas de final, em partida disputada em Saint-Étienne. Harry Kane e Jamie Vardy foram os maiores goleadores do campeonato nacional, mas passaram em branco nesta segunda-feira.

Com o triunfo, os ingleses chegaram ao cinco pontos e terminaram a fase de grupos na segunda colocação do Grupo B, atrás apenas do surpreendente País de Gales. A seleção liderada por Gareth Bale terminou sua participação na fase com seis pontos, ao vencer a Rússia por 3 a 0.

O resultado eliminou os russos (com apenas um ponto) e manteve a Eslováquia com chances de avançar à fase de mata-mata. O time eslovaco ficou com quatro pontos, na terceira posição. Nesta ampliada Eurocopa, com 24 seleções, garantem vaga nas oitavas os quatro melhores terceiros colocados da fase de grupos.

Inglaterra avançou mesmo sem brilhoEfe

O JOGO

A seleção inglesa entrou em campo nesta segunda-feira com diversas mudanças, principalmente no ataque. O técnico Roy Hodgson sacou Sterling e Harry Kane e colocou em campo Sturridge e Vardy, a principal referência do atual campeão inglês, o surpreendente Leicester. Na defesa, o treinador deu chance a Clyne, do Liverpool.

Do trio que recebeu a oportunidade entre os titulares, Clyne foi quem mais brilhou. Saíram dos seus pés as melhores chances ofensivas da Inglaterra, em lances pela lateral-direita. Logo aos quatro minutos, o lateral já deixava Vardy em situação favorável para marcar. O atacante desperdiçou a chance, como fizera em outras jogadas na etapa inicial.

Clyne também serviu Lallana, que falhou também nas finalizações. Vardy, maior esperança de gols da equipe no primeiro tempo, perdeu a melhor chance aos 16 minutos. Ele recebeu lançamento em profundidade, ganhou de Skrtel na velocidade e, cara a cara com Kozácik, bateu em cima do goleiro.

Com amplo domínio em campo, a seleção inglesa acumulou nove finalizações, contra apenas uma da equipe eslovaca no primeiro tempo. Só não foi para o intervalo em vantagem por causa dos erros de pontaria.

Diante das dificuldades no setor ofensivo, Hodgson colocou Rooney em campo. A Inglaterra ganhou rapidamente maior movimento em campo e a Eslováquia não deixou por menos, buscando arriscar mais. Como consequência, o jogo melhorou de nível e ganhou em emoção.

O primeiro bom momento da etapa aconteceu aos 7 minutos. Smalling fez recuo temerário para Hart, que quase entregou diante do ataque eslovaco. Clyne respondeu no minuto seguinte ao enfiar uma bomba da direita, para fora. Não satisfeito, o time eslovaco voltou ao ataque e quase marcou com Weiss.

Mas a melhor chance do jogo aconteceu no ataque inglês. Aos 15 minutos, Alli, que acabara de entrar em campo, completou cruzamento no lado esquerdo, sem marcação. Porém, Skrtel tirou a bola em cima da linha.

A partir dos 30 minutos, a seleção inglesa passou a contar com os dois artilheiros do Campeonato Inglês em campo. Harry Kane entrou no lugar de Sturridge para tentar "matar" o jogo. Mas, apesar do ataque poderoso e do apoio da empolgada torcida, a Inglaterra teve que se contentar com o empate.

Últimas de Esporte