'Eu não fiz nada de errado, não sou criminoso, nem meu pai', afirma Neymar

Craque reforça discurso de que problema judicial não interfere em campo e mira inédita medalha de ouro na Olimpíada do Rio

Por O Dia

Rio - Os problemas judiciais não tiram o sono e nem tampouco atrapalham o desempenho de Neymar. Em entrevista à Revista "IstoÉ 2016", o craque do Barcelona reforçou o discurso de que a acusação de sonegação e fraude fiscal não interfere em campo, seu principal foco. Além disso, ele saiu em defesa do pai.

Neymar 'dribla' polêmica e mira ouro na OlimpíadaEfe

"Meu pai cuida dessa parte extracampo e tenho total confiança nele. Eu tenho a sorte de ter meu pai cuidando da minha carreira, trabalhando ao meu lado, para que eu possa exercer minha profissão tranquilamente. E tenho conseguido. Não fiz nada de errado, não sou criminoso, nem meu pai. Infelizmente, algumas pessoas buscam a polêmica. Não sei se por falta de informação e conhecimento ou se por maldade. Isso também não vem ao caso. Mas a verdade é que tenho certeza de que tudo será resolvido em breve", declarou o craque do Barcelona e da seleção brasileira.

Focado na bola, Neymar mira um feito inédito na carreira e para a seleção brasileira: conquistar a medalha de ouro na Olimpíada do Rio.

"É um título que falta para mim e para a seleção e temos a responsabilidade de conquistá-lo. Eu não abri mão (da Copa América). Sempre quero jogar todas as competições, mas preciso respeitar meu clube e entendo a posição do Barcelona, que foi tomada depois de uma série de conversas com a CBF. Mas, se dependesse só da minha vontade, jogaria as duas", afirmou Neymar.

Últimas de Esporte