Hamilton lidera dobradinha da Mercedes no primeiro treino livre em Silverstone

Piloto britânico supera o alemão Nico Rosberg, companheiro de time e rival nas pistas e na briga pelo título da Fórmula 1

Por O Dia

Inglaterra - Piloto da casa, o britânico Lewis Hamilton se deu melhor na atividade inicial do GP da Inglaterra, a décima etapa da temporada 2016 da Fórmula 1, e liderou o primeiro treino livre desta sexta-feira no circuito de Silverstone, em mais uma atividade dominada pelos pilotos da Mercedes.

Lewis Hamilton está embalado pela vitória na última prova da Fórmula 1Efe

Hamilton chega ao GP da Inglaterra embalado pela vitória na prova anterior, o GP da Áustria, definida apenas na última volta, quando conseguiu ultrapassar o alemão Nico Rosberg, numa disputa em que os carros deles se tocaram, provocando nova polêmica entre os pilotos da Mercedes, que dominam o campeonato, e uma reunião para cobranças dos dirigentes da equipe.

Dentro da pista, Hamilton tenta aproveitar o GP da Inglaterra para diminuir ainda mais a diferença de Rosberg na luta pelo título, que está em 11 pontos, ou até mesmo ultrapassá-lo na classificação do campeonato. Para isso, confia no seu bom retrospecto em Silverstone, onde venceu as duas últimas corridas - tem um outro triunfo no tradicional circuito, obtido em 2008.

Nesta sexta-feira, foi Hamilton quem liderou o primeiro treino livre, com a marca de 1min31s645. Mas a sua vantagem foi mínima, de apenas 0s033, para Rosberg, que já triunfou em Silverstone, em 2013, e marcou o tempo de 1min31s687, registrado com os pneus médios, assim como fez o seu companheiro de Mercedes.

Bastante atrás do nível dos carros da Mercedes, o alemão Nico Hulkenberg conseguiu o terceiro melhor tempo da sessão com 1min32s492, utilizando os compostos macios na sua Force India.

O alemão Sebastian Vettel deu uma volta de instalação com o Halo, uma proteção para a cabeça dos pilotos no cockpit, que está em análise para ser adotada na Fórmula 1, e depois fez o quarto melhor tempo da sessão, com 1min32s501.

O australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, veio logo atrás, em quinto lugar, à frente do finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, que foi seguido pelo outro carro da Red Bull, do holandês Max Verstappen, e pelo mexicano Sergio Pérez, da Force India.

O espanhol Carlos Sainz Jr., da Toro Rosso, foi o nono mais rápido, com o espanhol Fernando Alonso, da McLaren, fechando as dez primeiras colocações da atividade inicial do GP da Inglaterra. Seu companheiro de equipe, o inglês Jenson Button, foi o 12º colocado.

Os dois pilotos brasileiros do grid da Fórmula 1 tiveram desempenho discreto em Silverstone. Felipe Massa ficou em 14º lugar, com o tempo de 1min34s456, uma posição atrás do finlandês Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe na Williams. Já Felipe Nasr, com 1min34s805, terminou o treino na 17ª posição, três à frente do sueco Marcus Ericsson, o outro piloto da Sauber Na sua primeira atividade em um fim de semana de GP, o monegasco Charles Leclerc foi o 18º colocado pela Haas.

O segundo treino livre em Silverstone vai ser realizado ainda nesta sexta-feira, às 10 horas (de Brasília). A sessão de classificação está marcado para as 9 horas de sábado, mesmo horário da largada do GP da Inglaterra no próximo domingo.

Últimas de Esporte