Bielsa se nega a encontrar presidente da AFA e descarta assumir a Argentina

Com a recusa de 'El Loco', Edgardo Bauza, do São Paulo, e Miguel Ángel Russo, do Veléz, seguem cotados para a vaga

Por O Dia

Argentina - O técnico Marcelo Bielsa se negou a encontrar com o presidente da junta de regularização da Associação do Futebol Argentino (AFA), Armando Pérez, que afirmou que o treinador também descartou ser considerado como possível novo comandante da 'Albiceleste' por avaliar não ser a "pessoa adequada" para o cargo.

"Falei com bastante com ele. Mas ele me respondeu que pensava que neste momento não é a pessoa adequada para ser técnico e que essa decisão foi muito dura para ele", disse Pérez à "Rádio Súper".

LEIA MAIS: Basquete, vôlei, tênis e muito mais: acompanhe os esportes olímpicos

O presidente da junta de regularização, que tem entre suas funções nomear o novo técnico da Argentina, disse que "respeita" a decisão do 'El Loco' e que certamente, em outro momento, insistirá para que ele "ajude" a AFA. Pérez esclareceu que queria se encontrar com Bielsa, que comandou a 'Albiceleste' entre 1998 e 2004, não para oferecer o cargo outra vez, mais sim porque o considerava como um dos candidatos.

No início deste mês, o técnico se desvinculou da Lazio dias depois de assinar contrato com o clube italiano, ao considerar que a direção não cumpriu com o programa de trabalho acordado. Os técnicos do São Paulo, Edgardo Bauza, e do Vélez Sarsfield, Miguel Ángel Russo, são os únicos que se reuniram com o presidente da junta de regularização da AFA.

Últimas de Esporte