Rosberg desbanca Lewis Hamilton e fatura a pole do GP da Alemanha

Vice-líder da competição levou a melhor no treino em sua casa

Por O Dia

Alemanha - A crescente rivalidade entre Nico Rosberg e Lewis Hamilton viveu mais um capítulo neste sábado, e desta vez quem se deu melhor foi o piloto alemão. Em meio aos altos e baixos e à troca de farpas dos colegas da Mercedes, no treino classificatório para o GP da Alemanha de Fórmula 1 desta manhã, Rosberg foi quem conseguiu a volta mais rápida e largará na pole na corrida de domingo.

Se Hamilton vive grande momento e tomou de Rosberg a liderança do Mundial de Pilotos com a vitória na Hungria na semana passada, o alemão mostrou que está disposto a dar o troco e, diante de sua torcida, foi o mais rápido neste sábado. Ele cravou a melhor volta do dia ao marcar 1min14s363, seguido de perto por seu colega e rival, que fez 1min14s470.

Rosberg desbancou Lewis Hamilton na AlemanhaEfe

Fora da briga particular da Mercedes em que se transformou esta temporada da Fórmula 1, Daniel Ricciardo foi o melhor entre os outros pilotos. O australiano da Red Bull, terceiro colocado da temporada, voltou a fazer um bom trabalho e marcou 1min14s726. Na quarta posição, estará seu companheiro Max Verstappen, que fez 1min14s834. A terceira fila será da Ferrari, com Kimi Raikkonen em quinto e Sebastian Vettel em sexto.

O dia também não foi dos melhores para os brasileiros. Felipe Massa foi apenas o 10.º colocado da atividade, com o tempo de 1min15s615, atrás de seu companheiro de Williams, Valtteri Bottas, que largará em oitavo. Já Felipe Nasr seguiu seu calvário nesta temporada e sairá em penúltimo, após cravar 1min17s123. Ao menos, estará à frente de seu colega de Sauber, Marcus Ericsson, último colocado.

O treino deste sábado, aliás, transcorreu sem grandes surpresas. Jason Button quase foi eliminado já no Q1, mas conseguiu se salvar com o cronômetro já zerado. Parecia que o inglês repetiria a manobra no Q2, mas aí foi a vez de Massa, que estava à beira da eliminação, buscar a volta mais rápida e tirar o adversário da briga, deixando-o em 12.º, à frente de seu companheiro, Fernando Alonso, o 14.º.

No Q3, no entanto, Massa ficou longe das brigas pelas primeiras colocações. A ponta, mais uma vez, foi disputada apenas pelos pilotos da Mercedes. Hamilton segurou a colocação durante quase toda a atividade, mas foi ultrapassado por Rosberg no fim. O inglês ainda teve uma última chance de buscar a pole, mas errou, deixou o carro escapar um pouco e perdeu qualquer possibilidade de sair na frente.

Com Hamilton na liderança do Mundial, com 192 pontos, e Rosberg em segundo, com 186, os pilotos voltam à pista em Hockenheim neste domingo, às 9 horas (de Brasília), para o GP da Alemanha, a 12.ª etapa da Fórmula 1 em 2016.

Sainz é punido por atrapalhar Massa

Não bastasse o desempenho ruim de seus pilotos no treino de classificação para o GP da Alemanha de Fórmula 1, realizado neste sábado, a Toro Rosso recebeu uma outra notícia ruim momentos após a atividade. O espanhol Carlos Sainz Jr. foi punido por um incidente com o brasileiro Felipe Massa e perdeu três posições no grid da prova deste domingo.

A organização da prova considerou Sainz culpado por ter atrapalhado Massa durante o Q2 neste sábado, em Hockenheim. Em baixa velocidade, o piloto da Toro Rosso não saiu do caminho do colega da Williams, que teve que desviar e perdeu a chance de completar uma volta melhor.

Sainz havia cravado o 13.º melhor tempo do dia, mas agora largará em 16.º. Melhor para Fernando Alonso e Jolyon Palmer, que ganharam uma colocação graças à punição do espanhol, que ainda perdeu dois pontos em sua licença de piloto da Fórmula 1.

Depois de cravar o 15.º melhor tempo do sábado, Romain Grosjean teria se beneficiado da punição, se também não tivesse sido sancionado. O francês da Haas perdeu cinco posições no grid por ter substituído a caixa de câmbio da última atividade livre para o treino classificatório e sairá em 20.º.

Kevin Magnussen, Pascal Wehrlein, Daniil Kvyat e Rio Haryanto foram os beneficiados com a punição de Grosjean. A direção da prova ainda investiga uma possível punição a Nico Hulkenberg por quebrar as regras de utilização dos pneus.

Últimas de Esporte