Bauza confirma que Messi desfalcará a Argentina contra a Venezuela

Jogador sentiu dores no púbis antes do duelo com o Uruguai, oportunidade em que marcou o único gol da vitória argentina

Por O Dia

A suspeita se confirmou e Edgardo Bauza anunciou nesta sexta-feira que Lionel Messi desfalcará a Argentina na partida diante da Venezuela, na próxima terça, em Mérida. As dores que o jogador vinha sentindo no púbis se intensificaram e o impedirão de entrar em campo na próxima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Destaque na vitória diante do Uruguai%2C Messi não vai atuar no duelo com a VenezuelaEfe

"Lamentavelmente, (o Messi) não vai poder jogar na próxima partida", confirmou Bauza em uma breve entrevista após o treinamento desta sexta. "Ele está com uma inflamação no púbis e não podemos correr riscos. Precisa começar o tratamento."

Messi foi o destaque da difícil vitória da Argentina sobre o Uruguai na última quinta-feira, ao marcar o gol que deu o triunfo por 1 a 0 na estreia de Bauza. Só que o craque do Barcelona já havia entrado em campo sentindo dores no púbis, que teriam inclusive feito o clube catalão recomendá-lo a não atuar pela seleção, segundo o treinador argentino.

O próprio Messi admitiu na saída de campo na última quinta que sentia "muitas dores no púbis desde antes da partida contra o Uruguai" e colocou em dúvida sua participação diante da Venezuela. O incômodo não melhorou nesta manhã e após a realização de exames, foi apontada a inflação citada por Bauza.

"Nesta manhã, Lionel Messi realizou tratamento médico e cinésico pelo quadro de dor inguinocrural (região próxima à virilha). Seguirá com indicação de repouso esportivo e não jogará contra a Venezuela", explicou a Associação do Futebol Argentino (AFA) em comunicado oficial.