Hora do Botafogo reagir

Alvinegro quer esquecer goleada para o Cruzeiro vencendo o Grêmio neste domingo às 16h, no Estádio Luso-Brasileiro

Por O Dia

Rio - Levantar a cabeça, sacudir a poeira e dar a volta por cima. Este é o lema do Botafogo na partida deste domingo, contra o Grêmio, às 16h, na Arena Botafogo. Com apenas dois dias de descanso desde a goleada (5 a 2) para o Cruzeiro, quinta-feira, pela Copa do Brasil, o Alvinegro não teve tempo nem sequer para lamentar o tropeço: é hora de se livrar de vez da sombra da zona de rebaixamento do Brasileiro.

O atacante Sassá, artilheiro do Botafogo, com 9 gols, conta com o apoio da torcida, na Ilha do Governador para voltar a sentir o doce sabor da vitória: “Conseguimos encaixar um boa sequência, depois veio o deslize contra o Atlético-PR (pelo Brasileiro). O jogo contra o Grêmio é super importante. Estamos num estágio que ainda incomoda, a dois pontos da zona de rebaixamento. Se vencermos podemos começar a pensar na parte de cima da tabela. A gente pede o apoio da torcida, que é fundamental”, afirmou.

Sassá é esperança de gol do Botafogo contra o GrêmioVitor Silva / SS Press / Botafogo

Com as inúmeras falhas do sistema defensivo na goleada para o Cruzeiro — entre elas um gol contra do zagueiro Emerson —, o ataque é a principal esperança do Botafogo para sair da Arena com um triunfo. Sassá conta com a parceria de Neilton para continuar na cola da artilharia da competição.

“Atacante do Botafogo tem que fazer gol. Estou tentando, venho buscando, consegui um bom entrosamento com Neilton. Estamos dando trabalho e conseguindo colocar a bola para dentro”, afirmou Sassá.

Confiante em um jogo favorável para o Botafogo hoje, o atacante não teme o competitivo Grêmio: “Jogo contra time grande é sempre aberto, jogo bom pra se jogar. Conseguimos bons resultados contra times grandes. Contra o Grêmio não será diferente”, analisou.