Por bferreira

Buenos Aires- O 35º Congresso Mundial da Federação Internacional de Vôlei (FIVB), no qual deverá ser reeleito como presidente o brasileiro Ary Graça, por ser o único candidato, teve início nesta terça-feira em Buenos Aires com uma "mesa de trabalho" para os diretores das federações nacionais.

Ary Graça deverá ser reeleito para a FIVBDivulgação

"Estamos trabalhando juntos, como uma família. Para mim é importante que a FIVB seja um bom exemplo para os vocês", disse Graça perante autoridades das diferentes federações nacionais que compõem a entidade. "Na FIVB estamos trabalhando para dar as ferramentas necessárias para que vocês façam o vôlei crescer em seus países", acrescentou o brasileiro, que assumiu a presidência em setembro de 2012.

As atividades diretamente relacionadas com a FIVB, assim como a eleição do presidente e da comissão de direção, começarão na quarta-feira e terminarão no dia seguinte. A "mesa de trabalho" desta terça-feira tem como um de seus principais objetivos que os diretores compartilhem experiências sobre "como gerar os fundos para que as federações nacionais sejam economicamente sustentáveis".

Na opinião do mandatário, é preciso "compartilhar as histórias sobre como ser bem-sucedido". "Para ter uma estrutura profissional é indispensável contar com profissionais capacitados em cada área", explicou Mark Eckert, presidente da Volleyball Canadá (VC), um dos primeiros a discursar. Buenos Aires organizou o Congresso Mundial da FIVB, que é realizado a cada dois anos, em 1982 e 2002.

Você pode gostar