Cruzeiro ganha, se afasta da zona de rebaixamento e complica o Vitória

Raposa não colocou força total em campo por conta da Copa do Brasil, mas mesmo assim voltará de Salvador com os três pontos na bagagem

Por O Dia

Salvador - Com time misto por causa do jogo contra o Grêmio na quarta-feira pelas semifinais da Copa do Brasil, o Cruzeiro, ainda sob risco de rebaixamento, superou o Vitória por 1 a 0 em partida disputada no Barradão, em Salvador, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, com direito a pênalti defendido pelo goleiro Rafael. Entre os jogadores que não atuaram pelo time mineiro estavam Rafael Sóbis e o goleador Ramon Ábila.

O Cruzeiro, com o resultado, foi a 41 pontos. O Vitória, com 35, permanece na zona do rebaixamento. O gol do time da capital mineira foi marcado por Ariel Cabral no final do primeiro tempo. O Cruzeiro jogou com um a menos a partir dos dez minutos do segundo tempo, com a expulsão de Leo, por dois amarelos.

Com gol de Ariel Cabral%2C o Cruzeiro bateu o Vitória em SalvadorEdson Ruiz / Light Press / Cruzeiro

Na próxima sexta-feira, o Vitória enfrentará o Fluminense no Maracanã, às 19h30, pelo Brasileirão. O Cruzeiro volta a campo pelo torneio no sábado, na Arena da Baixada, em Curitiba, em confronto contra o Atlético-PR marcado para as 16h30. Antes, na quarta, recebe o Grêmio, às 21h45, no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, no Mineirão. 

O JOGO

A partida começou com muito toque de bola mas poucas oportunidades de gol, cenário que começou a mudar a partir dos 15 minutos, quando Willian recebeu pela direita, avançou pela área, chutou forte mas longe da meta do goleiro baiano.

Dois minutos depois, nova ameaça a Fernando Miguel. Arrascaeta cobrou falta para fora próximo ao travessão. Aos 25 minutos, na primeira chance do time da casa, Euller cruzou da esquerda e Kieza cabeceou. A bola raspou a trave. O Cruzeiro abriu o placar aos 39 minutos, com Ariel Cabral. O jogador se abaixou para, de cabeça, mandar para o fundo das redes aproveitando escanteio cobrado da esquerda.

O Vitória por pouco não empatou aos 13 minutos da etapa complementar. David cabeceou depois de cruzamento da esquerda. Rafael fez boa defesa. Com um a mais em campo após a expulsão de Leo, o time da casa passou a pressionar mais. Euller, aos 20 minutos, levantou na área e Kieza desviou de cabeça. A bola sobrou na área e Zé Eduardo finalizou para fora. Rafael salvou o Cruzeiro de novo aos 29 minutos, defendendo cabeçada agora de Willian Farias.

O juiz marcou pênalti para o Vitória aos 36 minutos depois de Manoel segurar Kieza dentro da grande área. Cárdenas bateu e Rafael pegou. Assim, o Cruzeiro poupou jogadores e ainda saiu com excelente resultado do Barradão.

Últimas de Esporte