Marquinhos dá receita para anular Messi: 'Temos que fazer jogo perfeito'

Zagueiro do PSG porém ressalta que Brasil precisa se preocupar não só com o craque Barcelona, como também com os outros atacantes

Por O Dia

Belo Horizonte - Zagueiro do PSG e acostumado a jogar a Liga dos Campeões, Marquinhos já está adaptado em marcar os grandes atacantes do futebol mundial. Porém, na quinta-feira, o jovem terá pela frente Lionel Messi. Titular absoluto na zaga de Tite, ele deu a receita que o Brasil precisa para parar o craque argentino Mineirão.

"A qualidade que ele tem é diferenciada, é o melhor jogador da atualidade. Então tem que fazer um jogo perfeito. O mínimo erro que você tiver, ele pode fazer um drible, fazer um gol. Mas não podemos pensar apenas nele e esquecer os outros jogadores importantes que a Argentina tem", afirmou Marquinhos.

Marquinhos se diz preparado para marcar Messi no MineirãoPedro Martins / MoWA Press / Divulgação

Marquinhos será titular pela quinta vez e vem se firmando como incontestável na zaga sob o comando de Tite. Porém, o jovem tem a sombra de seu companheiro de PSG, Thiago Silva. O zagueiro afirmou que a competição com o amigo é saudável, mas avisa que não relaxará apesar do bom momento.

"Concorrência na Seleção é normal. Ninguém tem cadeira cativa. Temos que chegar aqui muito focados e 100% em alto nível. Somos testados a cada jogo, cada treino, temos que fazer o nosso melhor. Além do Thiago, tem o Gil, o Rodrigo Caio. Thiago é uma referência para mim pelas qualidades que tem. É um jogador que observo, uma amigo que tenho. Ninguém pode relaxar."

Com quatro vitórias nas quatro partidas até agora sob o comando de Tite, o Brasil terá seu primeiro teste real contra a Argentina para manter o aproveitamento de 100% nas Eliminatórias. Marquinhos prega que o time siga fazendo o que vem dando certo nos últimos jogos para não perder o bom momento.

"Pelo ponto de vista do torcedor, do apaixonado pela Seleção, é um jogo importante e especial. Mas sabemos que estamos vivendo um momento de classificação. O mais importante é colher pontos, estar no topo. Não adianta ganhar agora e esquecer dos outros jogos. É um confronto especial para todos nós. Mas temos que saber ser regular durante o torneio para conseguir o objetivo. Não vamos mudar nossa forma de jogar, em todos os setores a marcação é dobrada. Vamos seguir a mesma linha contra a Argentina."

Últimas de Esporte