Programa de TV espanhol afirma que Cristiano Ronaldo sofreu ofensa homofóbica

Jogador se envolveu em polêmica com jogador do Atlético de Madrid e teria respondido as ofensas do rival: 'Um bicha, mas cheio de dinheiro, amigo'

Por O Dia

Espanha - Destaque absoluto da vitória do Real sobre o Atlético no clássico da capital espanhol neste fim de semana, Cristiano Ronaldo se envolveu também numa polêmica na partida em que marcou três gols. O português discutiu com o meia Koke, do rival. Segundo o programa de TV, El Larguero de la Cadena Ser, o conflito entre os dois atletas descambou para o lado da homofobia. Cristiano Ronaldo teria sido chamado de "bicha" pelo rival.

"Sim, ele me disse isso. E respondi: um bicha, mas cheio de dinheiro, amigo. Sou milionário", teria dito Cristiano Ronaldo, no vestiário ao explicar para os companheiros o ocorrido.

Cristiano Ronaldo se envolveu em polêmica em clássico de MadriEfe

Os dois atletas foram punidos com cartões amarelos, após a polêmica. A associação Arcópoli, que trabalha para defender os direitos dos LGBTs publicou em sua página oficial do Twitter uma mensagem em apoio ao português e pediu uma investigação em relação aos insultos homofóbicos de Koke sobre Cristano Ronaldo.

"O jogador do Real Madrid Cristiano Ronaldo sofreu assédio homofóbico de diferentes maneiras durante a realização dos jogos da liga de futebol, dada à impunidade dos responsáveis no estádios. Esta situação não pode continuar. Nem os jogadores nem clubes parecem dar importância a um fenômeno que promove crime de ódio contra pessoas LGBT e fere a dignidade de qualquer jogador que não é heterossexual", publicou o perfil.


Últimas de Esporte