Inter pode entrar com ação no STJD por situação irregular de zagueiro do Vitória

Clube gaúcho entende que transferência de Victor Ramos foi irregular

Por O Dia

Porto Alegre - O Campeonato Brasileiro de 2016 pode ser marcado por mais uma decisão dos tribunais, assim como já aconteceu em outras edições. Dessa vez, quem pode acionar o STJD é o Internacional, que briga para não ser rebaixado. O clube gaúcho ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso, mas estaria estudando a possibilidade de denunciar o Vitória, adversário direto na briga contra o Z-4, por conta da situação do zagueiro Victor Ramos, que teria sido escalado de forma irregular. O jogador chegou ao clube baiano neste ano, por empréstimo, vindo do Monterrey-MEX, depois de estar emprestado ao Palmeiras em 2015.

Victor Ramos atuou em 24 partidas pelo Vitória até a 36ª rodada do BrasileirãoFrancisco Galvão / EC Vitória

O contrato do defensor com o Palmeiras terminou no dia 31 de dezembro de 2015, momento em que deveria ter retornado ao Monterrey. Esse fato não aconteceu e, no dia 1º de fevereiro de 2016, seu vínculo com o Vitória foi iniciado. O fato de não ter retornado ao clube mexicano faz com que a transferência pareça ter sido feita diretamente entre os clubes brasileiros.

Por conta disso, os trâmites não seguiram o TMS, o Sistema de Mercado de Transferências, órgão da FIFA que estabelece diretrizes para transações envolvendo jogadores no mundo inteiro, já que o registro de Victor Ramos nunca retornou ao México.

Apesar de o clube não comentar oficialmente sobre o caso, o vice-presidente jurídico do Internacional dá a entender que, se for necessário, os colorados entrarão com representação para se defender.

"Departamento jurídico mais age do que fala. Estamos sempre estudando qualquer alternativa na defesa intransigente do Inter", afirmou Giovani Gazen.

O Palmeiras está livre de qualquer problema e não terá seu nome vinculado às denúncias, uma vez que seu vínculo com o jogador foi encerrado da maneira correta e as irregularidades só aconteceram após o fim do empréstimo.

Caso haja uma ação movida contra o Vitória, as decisões do STJD podem influenciar não só o Brasileirão, mas também o Campeonato Baiano, vencido pelo clube rubro-negro. O Bahia, derrotado na final, também já havia denunciado o caso e está atento aos acontecimentos, segundo afirma Alessandro Kishino, advogado do clube tricolor.

"Nós ainda estamos à espera desse resultado. Desde o começo do ano estamos no pé do STJD para julgar, avisando que podia dar problema."

A possível denúncia, se for acatada, pode garantir o rebaixamento do Vitória, uma vez que o clube baiano perderia três pontos por partida em que Victor Ramos atuou, por violação ao artigo 214 do CBJD. O zagueiro foi utilizado em 24 jogos até o momento, o que significaria uma perda de 72 pontos pelo Leão da Barra.

Últimas de Esporte