Por jessyca.damaso

Medellín - Uma das vítimas que foi resgatada com vida foi o goleiro Danilo, herói da classificação da Chapecoense na semifinal da Copa Sul-Americana. A Cruz Vermelha tinha divulgado que o jogador não havia resistido aos ferimentos e chegou ao óbito no hospital. Porém, a equipe de resgate voltou atrás e recolocou o atleta entre os sobreviventes do tragédia.

Danilo vivia grande fase na carreiraReprodução Internet

O acidente aconteceu na madrugada desta terça-feira, enquanto os jogadores voavam para Medellín, na Colômbia, onde disputariam contra o Atlético Nacional, o primeiro jogo da final da competição internacional.

Além de Danilo, outras cinco pessoas foram resgatadas com vida do acidente, sendo três jogadores da Chapecoense: o lateral esquerdo Alan Ruschel, o goleiro Follmann e o zagueiro Neto. O jornalista Rafael Henzel e a comissária de bordo Ximena Suarez completam a lista de sobreviventes. As informações são de hospitais da região e de familiares dos jogadores.

O goleiro foi  considerado o herói da classificação histórica da Chapecoense, ao conseguir evitar o gol da equipe San Lorenzo-ARG, no último minuto da partida que deu passe para o time catarinense disputar a final da Copa Sul-Americana.

Você pode gostar