Goleiro do Grêmio homenageia Chapecoense após título: 'É um sentimento misto'

Marcelo Grohe escreveu os nomes de Danilo e de Follmann em uma camisa de goleiro da Chape que vestiu ao fim do jogo

Por O Dia

Porto Alegre - A tragédia da qual foi vítima a Chapecoense na semana passada não foi lembrada pelo Grêmio somente antes da final da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira. Ao fim da partida com o Atlético Mineiro, na Arena Grêmio, jogadores do time gaúcho comemoraram o título da Copa do Brasil fazendo também homenagem aos jogadores mortos no acidente aéreo.

Grohe lembrou de goleiros do clube catarinense em comemoraçãoDivulgação

Jogador mais envolvido nas homenagens, o goleiro Marcelo Grohe lembrou dos goleiros da Chapecoense atingidos pela tragédia. Danilo, o titular, morreu no acidente. E Follmann, um dos reservas, sobreviveu e ainda se recupera em hospital na Colômbia Grohe escreveu o nome de ambos numa camisa de goleiro da Chapecoense que vestiu ao fim do jogo.

"A gente gostaria de homenagear a todos, mas não é possível, infelizmente. Como sou goleiro, gostaria de homenagear o Danilo e desejar muito força ao Follmann", declarou o goleiro gremista.

"Vai ficar uma cicatriz para sempre, trabalhamos com muitos deles no Grêmio. Minha esposa é muito próxima da esposa de muitos jogadores. Hoje comemoramos, mas é um sentimento misto, complicado. Vamos desejar muita força à Chapecoense e para aqueles que estão se recuperando na Colômbia", disse o gremista

Grohe e o atacante Luan lembraram do volante Matheus Biteco, que atuou no Grêmio e também foi vitimado no acidente aéreo da Chapecoense. "Foi um fato triste para todos nós, para o mundo inteiro. O Matheus foi meu amigo desde a base aqui no Grêmio. Convivemos bastante, nada mais justo do que fazer essa homenagem a ele, assim como ao Follmann, que também conhecia pessoalmente", disse o atacante.


Últimas de Esporte