Por jessyca.damaso

Austrália - Quatro vezes campeão do Aberto da Austrália, Roger Federer garantiu vaga na terceira rodada desta edição do primeiro Grand Slam do ano ao vencer o norte-americano Noah Rubin por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/3 e 7/6 (7/3), nesta quarta-feira, em Melbourne. Assim, o tenista suíço manteve o feito de no mínimo avançar à terceira fase da competição em 18 participações no principal evento do início da temporada.

Roger Federer é tetracampeão do Aberto da AustráliaEFE/Tracey Nearmy

Recordista de títulos de Grand Slam, com 17 troféus, Federer assim se credenciou para realizar um interessante confronto com o checo Tomas Berdych, décimo cabeça de chave, que em outra partida desta quarta derrotou o norte-americano Ryan Harrison com parciais de 6/3, 7/6 (8/6) e 6/2.

Depois de longo tempo afastado das quadras na temporada passada por causa de uma cirurgia no joelho, Federer caiu para a 17ª posição do ranking mundial no início deste ano e por isso entrou neste Aberto da Austrália apenas como 17º cabeça de chave. Por isso, terá de encarar uma pedreira já na terceira rodada, sendo que ele irá travar o 23º duelo diante de Berdych no circuito profissional.

Atual décimo colocado do ranking mundial, Berdych enfrentou Federer pela última vez justamente no Aberto da Austrália do ano passado, quando o suíço venceu por 3 a 0 para ir às semifinais. O checo, por sinal, foi batido nos últimos cinco jogos que fez com o rival e só ganhou seis das 22 partidas entre os dois até hoje.

Para poder voltar a encarar Berdych, Federer sofreu um pouco para confirmar favoritismo nesta quarta-feira diante do atual 200º colocado da ATP e só conseguiu vencer o último set do duelo no tie-break, mas garantiu o seu triunfo após 2h03min ao aproveitar três de oito chances de quebrar o saque do adversário, que converteu um de seis break points cedidos pelo suíço.

Embora tenha conquistado 82% dos pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro saque e tenha acumulado 17 aces, Federer cometeu 41 erros não-forçados, sendo 18 deles no último set, fato que ajudou a levar a disputa da parcial ao tie-break.

Possível adversário de Federer ou Berdych nas oitavas de final, o japonês Kei Nishikori confirmou com tranquilidade a sua condição de quinto cabeça de chave nesta quarta-feira ao bater o francês Jeremy Chardy por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/3.

Com o triunfo, Nishikori foi à terceira rodada e terá como próximo adversário o eslovaco Lukas Lacko, que em outro duelo do dia superou o israelense Dudi Sela, de virada, com parciais de 2/6, 6/3, 6/2 e 6/4.

O suíço Stan Wawrinka, campeão do Aberto da Austrália em 2014 e quarto cabeça de chave da competição, também fez valer sem maiores problemas o seu favoritismo ao eliminar o norte-americano Steve Johnson com parciais de 6/3, 6/4 e 6/4.

Assim, Wawrinka também foi à terceira fase e se credenciou para enfrentar o sérvio Viktor Troicki, 29º pré-classificado, que em outro duelo do dia levou a melhor em uma batalha de cinco sets com o italiano Paolo Lorenzi, batido com parciais de 6/3, 1/6, 7/6 (7/3), 3/6 e 6/3.

Se Federer, Wawrinka, Berdych e Nishikori confirmaram favoritismo nesta quarta, John Isner acabou sendo surpreendido como 19º cabeça de chave da competição. O norte-americano foi batido de virada pela revelação alemã Mischa Zverev, 50º colocado da ATP, que ganhou com parciais de 6/7 (4/7), 6/7 (4/7), 6/4, 7/6 (7/9) e 9/7.

Com o triunfo em um jogo de 4h10min, Zverev avançou para pegar na terceira rodada o tunisiano Malek Jaziri, que passou pelo casaque Alexander Bublik por 6/2, 6/3 e 7/5.

Já o francês Jo-Wilfried Tsonga, que na estreia havia eliminado o brasileiro Thiago Monteiro, voltou a confirmar o status de 12º cabeça de chave ao arrasar o sérvio Dusan Lajovic por 6/2, 6/2 e 6/3 para ir à terceira rodada.

O próximo rival de Tsonga será o norte-americano Jack Sock, 23º pré-classificado, que em outro duelo do dia eliminou o russo Karen Khachanov com parciais de 6/3, 6/4 e 6/4.

Outro norte-americano que avançou à terceira fase da competição nesta quarta-feira foi Sam Querrey, 31º cabeça de chave, que passou pelo australiano Alex De Minaur por 7/6 (7/5), 6/0 e 6/1. Assim, o tenista dos Estados Unidos se credenciou como próximo adversário do vencedor da partida entre o britânico Andy Murray, líder do ranking mundial, e o russo Andrey Rublev, prevista para acabar ainda na noite desta quarta no horário australiano.

A torcida australiana viu o seu polêmico e falastrão tenista Nick Kyrgios, 14º cabeça de chave, ser eliminado pelo italiano Andreas Seppi nesta quarta-feira já na segunda rodada do Grand Slam em Melbourne. Após vencer os dois primeiros sets por 6/1 e 7/6 (7/1), o imprevisível jogador da casa acabou sendo batido nas parciais seguintes por 6/4, 6/2 e 10/8.

Assim, Seppi foi à terceira fase e pegará o belga Steve Darcis, que eliminou o argentino Diego Schwartzman por 3 sets a 1, com 6/3, 6/3, 2/6 e 6/4.


Você pode gostar