'Gato'? Depois de denúncia, jogador do Paulista some e não aparece em treino

FPF marcou para esta segunda-feira uma reunião em sua sede, em São Paulo, para tentar esclarecer os fatos e tomar uma decisão

Por O Dia

Jundiaí - Acusado de usar documentos irregulares para esconder a idade para jogar a Copa São Paulo de Futebol Júnior, o zagueiro Brendon Matheus "sumiu" e não apareceu nesta segunda-feira para o treinamento do Paulista, em Jundiaí (SP), que se prepara para a decisão da competição contra o Corinthians, nesta quarta, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. A informação foi dada pelo empresário do jogador, Aberto Luiz, em entrevista ao canal de TV a cabo Fox Sports.

"Eu estou surpreso pelos fatos, só que eu estive com o atleta depois do jogo e conversei com ele, falei da seriedade do problema. Ele falou para ficar tranquilo, como ele falou com o clube quando chegou a solicitação ao clube", afirmou Alberto Luiz. "O clube até colocou ele para jogar, depois do jogo fomos ao restaurante e insisti no fato. Falei para ele se ele tinha certeza e queria saber para poder ajudar e esclarecer os fatos"

Caso seja confirmada a denúncia apresentada pelo Batatais, derrotado pelo Paulista nas semifinais, à Federação Paulista de Futebol (FPF), o agente fez questão de ressaltar que tanto ele quanto o clube de Jundiaí são vítimas. "O Paulista e eu não temos a ver com isso. Jamais eu queria me 'indisponibilizar' por causa de uma coisa dessa. Eu confiei no atleta. Chegaram muitas informações que nos deixam perplexos. Na apresentação hoje (segunda-feira) o jogador não apareceu e não me atende mais. O primo dele também não me atende. Vamos proceder da melhor forma possível para esclarecer os fatos", disse.

A FPF marcou para esta segunda-feira, a partir das 14 horas, uma reunião em sua sede, em São Paulo, para tentar esclarecer os fatos e tomar uma decisão. Caso seja comprovado que o atleta realmente nasceu em 1994, como diz a denúncia, tendo então 22 anos, idade superior ao permitido para a disputa do torneio, o Paulista pode ser excluído da competição e também das próximas cinco edições. Isto, segundo artigo 25 do regulamento da Copa São Paulo.

O empresário explicou que está com Brendon Matheus há um ano e nada de errado aconteceu neste tempo. "Estou há um ano com o atleta e ele passou pelo Nacional sem problema na documentação. E agora a gente colocou ele no Paulista para disputar a Copa São Paulo onde a equipe se destacou. O garoto é carismático, tem identificação com a torcida e tudo vinha bem. Agora com a suspeita do Batatais me surpreende. Estamos aguardando a decisão da FPF para saber que atitudes tomar".

Últimas de Esporte