'Chegou o grande dia', diz o goleiro Jackson Follmann após receber alta

Sobrevivente de acidente aéreo ficou mais de 50 dias internardo

Por O Dia

Chapecó - Após mais de 50 dias internado, o goleiro Jackson Follmann, único dos seis sobreviventes do trágico acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, recebeu alta médica nesta terça-feira.

Jackson Follmann recebeu alta nesta terça-feiraSirli Freitas/Chapecoense

"Chegou o grande dia. Mais uma etapa concluída, graças a Deus. Estou mto feliz. Saio até com o coração um pouco apertado, sei do cuidado que todos tiveram comigo e fico muito feliz. Saio feliz, forte, curado de quase tudo. Vamos para mais uma etapa. Vamos para São Paulo, protetizar e tocar minha vida. É hora de começar a pensar em futuro. Vamos sentir a tristeza, mas é importante olhar para frente", disse Follmann.

Após receber alta, Follmann segue para casa e nesta quarta-feira irá viajar ao Rio de Janeiro para ser homenageado antes do amistoso da seleção brasileira.

"Representa muito (estar no jogo da Seleção). Não queria que fosse dessa forma, perdi amigos, irmãos, mas será único. Vou aproveitar da melhor forma. Sentir o carinho, calor das pessoas. Isso vai ser muito bom para mim, me deixará feliz", ressaltou o sobrevivente do trágico acidente aéreio que se abateu sob a delegação da Chapecoense.

Jackson Follmann estava internado em Chapecó desde 17 de dezembro. O jogador passou por diversas cirurgias e uma amputação de parte de sua perna direita (abaixo do joelho).

Últimas de Esporte