Ferj manda ofício à concessionária para ter Maracanã na fase final da Taça GB

Praticamente abandonado desde a Olimpíada, o estádio vem sofrendo com casos de furtos e depredação, além da falta de manutenção, inclusive do gramado, que não está em boas condições

Por O Dia

Rio - A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) enviou novo ofício à Concessionária Maracanã ? em busca de uma resposta para a utilização do estádio nas semifinais e final da Taça Guanabara. A entidade aguarda um resposta até esta sexta-feira e não descarta tomar uma atitude mais drástica.

Ferj enviou ofício para a concessionária responsável pelo MaracanãReprodução Internet

Após o primeiro ofício, a concessionária avisou que as partidas devem ser negociadas diretamente com os clubes. A Ferj ficou insatisfeita com a resposta e reforçou no documento entregue ontem que, por regulamento, cabe a ela escolher os locais dos jogos do Carioca. Além disso, a entidade lembrou que a definição dos confrontos só deve acontecer uma semana antes das semifinais, o que impede os clubes de iniciarem negociações desde já.

Com o ofício, a Ferj espera obter uma resposta para poder entrar no Maracanã e avaliar as reais condições do estádio e saber o custo real e se há possibilidade de prepará-lo a tempo para os jogos decisivos da Taça Guanabara.

Praticamente abandonado desde a Olimpíada, o Maracanã vem sofrendo com casos de furtos e depredação, além da falta de manutenção, inclusive do gramado, que não está em boas condições.

Sem querer mais o Maracanã, a concessionária, que tem como sócia majoritária a Odebrecht, recusou voltar ao estádio alegando que o Comitê Rio-2016 estava devolvendo em condições piores do que no contrato. Entretanto, foi obrigada a reassumir após liminar obtida pelo Governo do Estado. Mesmo assim, tem evitado investir na manutenção.

Últimas de Esporte