Torcedores de possível rival do Fla na Libertadores cometem ato racista

Ato foi cometido por torcedores do Universitario, no último domingo

Por O Dia

Peru - Dentro de campo, o futebol ainda não conseguiu vencer um dos seus maiores adversários: o racismo. Desta vez o ato terrível foi praticado por torcedores do Universitario no último domingo, quando a equipe recebeu o Huancayo, no Monumental de Lima. O meio-campo Julio Landauri foi vítima das ofensas. O clube peruano pode encarar o Flamengo na Libertadores.

Julio Landauri foi vítima de racismo no PeruDivulgação

A partida precisou ser paralisada pela arbitragem, que chegou a pedir para que Vargas tentasse acabar com as manifestações. Também foram dados avisos através dos alto-falantes do estádio, ameaçando encerrar a partida caso o terrível episódio persistisse.

O jogador também sofreu pressão da torcida do Universitario por ter tido passagem pelo arquirrival Alianza Lima, onde ficou por dois anos.

"A provocação é algo normal, mas me incomoda o tema do racismo. Tomara que isso não aconteça com outros jogadores. O árbitro avisou que poderia até suspender a partida. Há estádios bons que, por essas coisas, são punidos", disse Julio Landauri.

O Universitario se pronunciou através de uma rede social, se solidarizando com o jogador vítima das ofensas.

"Nossa solidariedade e desculpas públicas a Julio Landauri. O Universitario condena todo tipo de manifestação racistas e discriminatórias."

Últimas de Esporte