Ferj aciona a Justiça para contar com o Maracanã nas decisões do Carioca

Entidade não conseguiu acordo com a concessionária para ter o estádio

Por O Dia

Rio - A novela envolvendo o Maracanã ganhou mais um capítulo. A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) não teve sucesso ao buscar um posicionamento oficial do Complexo Maracanã Entretenimento S.A e acionou a Justiça. A entidade esportiva recorreu ao Tribunal para ter o estádio para a disputa das semifinais e finais do Campeonato Carioca.

O Maracanã sofre os efeitos do abandonoGetty Images

No dia 13 de janeiro, a Justiça determinou que o Complexo Maracanã Entretenimento S.A retomasse o controle do estádio. A concessionária pertence a Odebrecht, que está sendo investigada pela Operação Lava Jato. Enquanto a intensa briga jurídica parece não ter data para o fim, o Maracanã teve materiais furtados, além da operação suspensa, o que prejudicou o gramado.

No ofício apresentado à Justiça, a Ferj afirma que existe tempo suficiente para solucionar os atuais problemas do estádio a tempo dos jogos decisivos do Campeonato Carioca.

"Problemas apontados poderiam ser rapidamente solucionados na medida em que '...relacionam-se, em resumo, a limpeza de áreas, recolhimento e reposição de assentos, troca da comunicação visual dos Jogos Olímpicos pela comunicação visual anterior, conserto de corrimão, portas, vidros e maçanetas, reparo de vazamento de óleo e infiltrações, readequação de forros e pinturas e quitação contas pendentes'", diz o texto.

Últimas de Esporte