Jogadores trocam socos e interrompem treinamento do Boca

Insaurralde e Silva tiveram que ser separados por três companheiros

Por O Dia

Buenos Aires - O futebol argentino é conhecido mundialmente por trazer muita raça e disposição aos gramados. No entanto, alguns jogadores acabam extrapolando e perdendo a cabeça de vez em quando. Foi o caso de dois jogadores do Boca Juniors, que brigaram e trocaram socos durante o treinamento desta terça-feira.

Em meio a um trabalho tático, Jonathan Silva e Insaurralde, dois defensores do clube argentino, longe da bola, começaram a discutir e partiram para as vias de fato. O treino foi paralisado e companheiros tiveram que separar os dois.

Os dois se afastaram e foi possível ver que Insaurralde teve sua camisa rasgada pelo companheiro Silva, que colocava a mão na boca depois de ser golpeado repetidas vezes.

Finalizado o treinamento, os dois jogadores participaram de coletiva de imprensa, onde pediram desculpas publicamente e demonstraram que a situação estava resolvida, sem nenhum tipo de atrito entre os dois.

"Foi um momento de irritação. Pode acontecer com qualquer um. É algo que aconteceu, passou, fica ali dentro. Agora mesmo viemos rindo muito. Está tudo bem no grupo. Peço desculpas a todos", afirmou Jonathan Silva.

"Peço desculpas a Jony, aos meus companheiros, ao corpo técnico, à torcida, ao clube. Não foi bom o que fiz. Foram cinco segundos de irritação. Não é oportuno, porque estamos vivendo um clima bom, treinando muito bem. De repente, acontece isso. Nada mais ocorreu no vestiário. Pedi desculpas. Não vai voltar a se repetir. Amanhã falaremos com o elenco", ressaltou Insaurralde.

Últimas de Esporte