Torcedor reclama e Mineirão dá de presente caixa de desodorantes: 'Até 2050'

Para assistir o jogo do cruzeiro com o São Franisco-PA, na última quarta-feira, Matheus Eleutério teve que jogar no lixo o antitranspirante

Por O Dia

Belo Horizonte - O cruzeirense Matheus Eleutério havia reclamado nas redes sociais da administração do Mineirão, que proibiram a entrada dele com um desodorante na partida contra o São Francisco-PA, pela Copa do Brasil, na última quinta-feira. Na manhã desta sexta-feira, o torcedor foi surpreendido ao receber uma caixa de antitranspirantes, da mesma marca e modelo do qual teve que jogar no lixo no dia do jogo.

Administração do Mineirão prometeu e cumpriu%3A Matheus Eleutério ganhou uma caixa de desodorantesReprodução Twitter

Pelo Twitter, o estádio comunicou aos seguidores que acompanharam a 'treta' o 'cessar fogo'. "Tá ai o @baudocectt! Promessa paga! Os outros são um presente do Gigante. Amigos?", publicou o perfil do Mineirão.

Matheus não perdeu tempo e brincou com o fato inusitado: "Agora tem desodorante até 2050!", disse o torcedor que não vai se preocupar em comprar o produto tão cedo.

Entenda o caso do torcedor sem desodorante

A 'treta' começou quando Matheus Eleutério foi ao Mineirão assistir o jogo entre o Cruzeiro e o São Francisco, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil. Chegando lá, ele teve que jogar fora seu desodorante no lixo por ser um produto inflamável. Após o jogo, o torcedor foi reclamar no Twitter e marcou o perfil, que no final das contas, a administração do estádio disse que compraria um novo produto e entregar ao torcedor do Cruzeiro. Dito e feito.

Diálogo no Twitter entre o torcedor e a administração do Mineirão viralizouReprodução Twitter


Últimas de Esporte