Com Cruzeiro e Rexona líderes, Superliga terá finais em BH e no Rio

CBV preferiu marcar os jogos para a casa dos times de melhor campanha na fase de classificação, encerrada no fim de semana passado

Por O Dia

Rio - A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) anunciou nesta segunda-feira os locais das finais da Superliga. A competição é decidida sempre em jogo único e, pelo regulamento deste ano, o mando dessa partida é da CBV, que pode escolher o ginásio, sem mais a necessidade de que o duelo ocorra no estado do time de melhor campanha, como era anteriormente.

Mineirinho será palco da final masculina no dia 7 de maioDivulgação/CBV

Mesmo assim, a CBV preferiu marcar os jogos para a casa dos times de melhor campanha na fase de classificação, encerrada no fim de semana passado. Assim, a decisão masculina, em 7 de maio, será no Mineirinho, o que ajudaria o Sada/Cruzeiro. Já a Superliga Feminina terá sua final no dia 23 de abril, na Arena da Barra, no Rio, cidade do Rexona-Sesc.

O time de Bernardinho conseguiu 21 vitórias na fase de classificação, das quais só três no quinto set. Nas quartas de final, as cariocas são favoritas contra o Pinheiros, oitavo colocado da fase de classificação, que mais perdeu do que ganhou até aqui. O Vôlei Nestlé, de Osasco (SP), terminou em segundo e enfrenta o caçula Fluminense.

Vice-campeão no ano passado, o Dentil/Praia Clube, de Uberlândia (MG) levou a melhor sobre o Camponesa/Minas, de Belo Horizonte (MG), e terminou em terceiro. Terá um jogo a mais em casa contra o Terracap/Brasília. Já O Minas terá pela frente o Gender Vôlei Bauru, do interior de São Paulo. Os times de São Caetano (SP), Rio do Sul (RS), SESI-SP e Valinhos (SP) foram eliminados.

No masculino, o Sada/Cruzeiro, atual campeão, sobrou. Venceu 21 dos 22 jogos, sendo 17 deles por 3 sets a 0, e avançou em primeiro, para pegar o Lebes Gedore Canoas, do Rio Grande do Sul O time gaúcho ganhou só oito partidas e mesmo assim avançou em oitavo.

Sem surpresas, o Taubaté/Funvic terminou em segundo, o SESI-SP em terceiro e o Vôlei Brasil Kirim, de Campinas, em quarto. Eles jogaram respectivamente contra JF Vôlei, de Juiz de Fora, Minas Tênis Clube e Montes Claros Vôlei, em três confrontos de paulistas contra mineiros. Foram eliminados os times de Bento Gonçalves (RS), Maringá (PR), São Bernardo do Campo (SP) e Castro (PR).

Últimas de Esporte