Time carioca vai da elite para a 4ª Divisão em uma semana

Time, que usou CNPJ do Carapebus no Carioca, encerra parceria e terá de começar do zero

Por O Dia

Rio - Após disputar a Série A do Campeonato Carioca e ser rebaixado para a Segundona, o Campos vai precisar recomeçar. O clube deve descer direto para a Série C — o equivalente à Quarta Divisão do futebol carioca. O motivo é o fim da parceria com o Carapebus, verdadeiro dono do direito de disputar a Série B1 (a divisão que dá acesso à elite).

Clube centenário do Norte Fluminense, fundado em 1912, o Campos Atlético Associação pediu desfiliação da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) em 2006 e precisaria pagar R$ 500 mil para voltar ao quadro e disputar competições.

A equipe estreia na Segundona no dia 13 de maio, contra o Serra MacaenseDivulgação Campos

Entre 2013 e 2014 foi o Carapebus quem pediu licença das competições, o que resultou em uma dívida de R$ 100 mil. Para fugir das multas, o Carapebus cedeu seu CNPJ para o Campos, que arcou com a dívida. Desta maneira, o Campos se livrou da taxa de filiação de meio milhão e pagou um valor menor para poder voltar aos torneios.

Após a queda nesta temporada, o Roxinho, como é conhecido o Campos, filiou-se de forma independente à Ferj. Assim, deverá participar da Série C desta temporada. Já o Carapebus, que ficou com o direito de disputar a Série B1, procura patrocínio e apoio de outros clubes para ter condições de bancar a participação. A equipe estreia na Segundona no dia 13 de maio, contra o Serra Macaense.

Últimas de Esporte