Alisson vê Seleção no caminho certo e espera jogo duro contra o Uruguai

'Jogar lá é sempre difícil. A história responde por si', disse o goleiro sobre o duelo desta quinta-feira, em Montevidéu, pelas Eliminatórias da Copa

Por O Dia

São Paulo - A dois dias do duelo com o Uruguai, em Montevidéu, o técnico Tite comandou nesta terça-feira seu primeiro treino antes dos próximos compromissos da Seleção. Líder das Eliminatórias da Copa do Mundo 2018, o Brasil terá um desafio fora de casa e retornará para receber o Paraguai na Arena Corinthians, diante de sua torcida.

Alisson vê evolução da seleção brasileira a cada partidaAlexandre Brum / Agência O Dia

Enfrentar um adversário difícil fora de casa pode signifcar um comportamento diferente em campo, é o que diz o goleiro Alisson. Mas, o jogador garante que a motivação ajuda no momento de encontrar novas formas de trazer o resultado positivo para casa.

"Acredito que esse é o caminho. Procurar sempre o mesmo futebol, na medida do possível. Nosso futebol é muito rápido o toque de bola, gramado mais alto prejudica. Temos que nos adaptar, porque não é sempre que você consegue aplicar o estilo de jogo. Mas a Seleção está encontrando o estilo ideal. Devido ao fato de as equipes serem qualificadas, algumas vezes temos que mudar nosso estilo. A gente gosta de sair jogando, mas de vez em quando tem que dar uns balões (risos). Mas esse é o caminho", disse.

O encontro entre o primeiro e o segundo colocados garante ainda mais equilibrio para o importante duelo. O Uruguai terá que enfrentar o desafio sem o craque Suárez, o que para Alisson não significa que o Brasil terá uma missão tranquila pela frente.

"Jogar lá sempre é difícil. A história responde por si. Suárez é um grande jogador, um dos principais atacantes do futebol mundial, mas acredito que eles têm boas peças de reposição. Temos que estar atentos a todos os detalhes, a nós mesmos, ao nosso ritmo. Temos que fazer uma partida com maturidade. O fato de ser o primeiro e o segundo colocados aumenta a rivalidade. Mas temos jogadores experientes para lidar com essa situação", finalizou.

Últimas de Esporte