Capitão da Alemanha em adeus, Podolski se emociona: 'Será incrível, mas triste'

Atacante do Galatasaray falou sobre a sensação de se despedir da seleção

Por O Dia

Alemanha - O amistoso entre Alemanha e Inglaterra nesta quarta-feira, às 16h45 (de Brasília), no Signal Iduna Park, em Dortmund, terá um gosto especial para Lukas Podolski. Aos 31 anos, o atacante fará sua despedida da seleção alemã.

Na partida festiva, o polonês naturalizado alemão ainda terá a oportunidade de pela primeira vez usar a faixa de capitão. Motivo de comemoração para ele. "Sensacional. Eu não poderia pedir mais. Eu só posso dizer obrigado", ressaltou, nesta terça-feira, em entrevista coletiva.

Podolski está se despedindo da seleção alemãReprodução Facebook

Emocionado, o atacante do Galatasaray falou sobre a sensação de se despedir da seleção. "Tive muitos momentos memoráveis e positivos. Já me sinto um pouco estranho, começando por estar aqui para a coletiva de imprensa e depois ir ao vestiário. Estou feliz de ter a chance de terminar desta forma. Isso significa muito para mim", comentou.

A carreira de Podolski na seleção alemã começou em 2004. De lá pra cá, 13 anos se passaram e ele realizou 129 partidas, tendo marcado um total de 48 gols pela equipe nacional. Dentro deste período, passou a ser comandado pelo treinador Joachim Löw, que falou sobre a despedida do atleta.

"Será um momento incrível, mas também triste. Caminhamos um longo caminho juntos, superamos problemas, vivenciamos decepções, mas também vivemos a melhor coisa que um jogador e um treinador podem vivenciar: vencer a Copa do Mundo de 2014. As circunstâncias amanhã serão perfeitas. Ele é um dos melhores jogadores que a Alemanha já produziu", disse.

Além do goleiro Neuer, que virou baixa na seleção por causa de uma lesão na panturrilha, Joaquim Löw não poderá contar nesta quarta também com os lesionados Mesut Ozil, Julian Draxler e Mario Gomez.

Últimas de Esporte