Maior pontuadora da Superliga, Tandara relembra a trajetória do Vôlei Nestlé

Campeã olímpica levou três troféus individuais para casa mas afirmou que trocaria todos eles pelo título da competição

Por O Dia

Rio - A ponteira Tandara não conseguiu conquistar o título da Superliga com o Vôlei Nestlé na final desde domingo, na Arena da Barra, contra o Rexona-Sesc. No entanto, a jogadora relembrou a desconfiança que o time paulistano enfrentou no início da temporada e acredita que apesar de todas as dificuldades a equipe está de parabéns.

Tandara foi coroada com os prêmios%3A maior pontuadora%2C craque da galera e melhor saqueInovafoto/CBV

"A gente chegou muito desacreditado e criticado, com muita gente falando que íamos morrer nas quartas. Nós viemos para a final e fizemos o que podíamos. Acredito que defendemos a camisa do Vôlei Nestlé muito bem. Eu saio com a minha cabeça tranquila, sabendo que eu fiz o que poderia fazer", disse a maior pontuadora da temporada, com 408 pontos.

Destaque nesta edição da Superliga, Tandara foi premiada com três troféus: o de maior pontuadora desta temporada, melhor saque e também de craque da galera. "Eu não seria ninguém sem Dani Lins levantando a Brait, Malesevic e Gabi me ajudando no passe, me cobrindo o tempo inteiro. Não é fácil. Eu tenho que agradecer à minha equipe por cada prêmio conquistado".

Apesar de ter ganhado prêmios individuais, Tandara afirma: "com certeza eu trocaria todos eles (pelo título da competição), mas infelizmente não veio".

Reportagem das estagiárias Jessyca Damaso e Sarah Borborema

Últimas de Esporte