Fifa aceita recurso e retira suspensão de Messi das Eliminatórias para Copa

Jogador havia sido punido com o gancho de quatro partidas em jogos oficiais da Argentina devido a uma discussão com um assistente brasileiro de arbitragem Emerson Carvalho, ocorrida no final do duelo com o Chile

Por O Dia

Zurique - A Argentina recebeu um alento na sua luta por uma vaga na Copa do Mundo de 2018. Nesta sexta-feira, o Comitê de Apelações da Fifa anunciou que aceitou o recurso interposto pela Associação de Futebol Argentino (AFA) contra a suspensão de quatro jogos que havia sido imposta a Lionel Messi, o liberando para voltar a defender a seleção nacional.

Messi havia recebido uma suspensão de quatro jogosEFE/NICOLÁS AGUILERA

Na última quinta-feira, a AFA recorreu da punição que imposta a Messi em 28 de março por ter insultado um auxiliar da arbitragem durante o jogo no qual a Argentina venceu o Chile por 1 a 0, cinco dias ante. E agora a entidade recebeu o resultado positivo da sua ação no Comitê de Apelações da Fifa.

No comunicado em que anunciou o cancelamento da punição, o comitê destacou que considerou o comportamento de Messi "reprovável", mas destacou que "concluiu que as provas disponíveis não eram suficientes" para impor uma sanção ao craque do Barcelona e da seleção argentina. 

"O Comitê de Apelação da Fifa considerou reprovável a conduta do jogador Lionel Messi no dito incidente, mas determinou que as provas disponíveis não eram suficientes para demonstrar, segundo as normas adequadas - ou seja, de maneira completamente satisfatória - a aplicação do artigo 77 do código, que permite à Comissão Disciplinar sancionar faltas graves que não tenham sido advertidas pelo árbitro oficial do jogo", diz o comunicado.

O craque do Barcelona foi suspenso por quatro jogos após agredir verbalmente o árbitro Emerson de Carvalho no jogo entre a Argentina e o Chile, em duelo válido pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo na Rússia em 2018.

Com 22 pontos e com a classificação para a Copa do Mundo em risco, a Argentina, hoje teria que passar pela repescagem para disputar o Mundial de 2018. Isso se não perder até esta vaga.

Últimas de Esporte