Conmebol confirma punição e elimina Chape da Libertadores; clube vai recorrer

Equipe não tem mais condições matemáticas de alcançar classificação

Por O Dia

Rio - A Chapecoense acabou eliminada da Libertadores por conta da escalação irregular do zagueiro Luiz Otávio. Na tarde desta terça-feira, a Conmebol julgou o caso e decidiu que o Lanús-ARG deveria receber os pontos da partida. Por conta disso, a Chape não tem mais chances matemáticas de avançar ao mata-mata da competição. A equipe catarinense vai recorrer a decisão da entidade.

Luiz Otávio foi escalado irregularmente, segundo a ConmebolDpto Prensa y Difusión Club Lanus

Depois de muita polêmica em relação à suspensão de Luiz Otávio, onde a Chapecoense afirma não ter sido comunicada da punição, a entidade sul-americana deu os pontos do confronto para o Lanús.

Por conta disso, com apenas quatro pontos, o clube catarinense só tem chances de alcançar a classificação para a Sul-Americana, caso termine na terceira colocação de seu grupo.

A polêmica gira em torno do fato de que Luiz Otávio, expulso contra o Nacional-URU, teria recebido três jogos de suspensão, cumprindo apenas um, em jogo contra o Atlético Nacional-COL, pela Recopa Sul-Americana.

No entanto, a Chapecoense afirma que não foi informada da punição da maneira devida e, ainda que tenha sido alertada pelo delegado da partida contra o Lanús-ARG, de que o zagueiro não poderia atuar, resolveu utilizar o jogador.

A Chapecoense anunciou a decisão em seu Twitter oficial, mas garantiu que entrará com recurso para tentar receber os pontos do jogo, vencido pelo Verdão do Oeste por 2 a 1, novamente.

Últimas de Esporte