Para técnico de Portugal, 'Cristiano Ronaldo é talento, trabalho e carisma’

Fernando Santos anunciou os convocados e, mesmo sem depositar todas as fichas no atacante CR7, confia no craque para faturar mais uma taça

Por O Dia

Portugal - Fernando Santos já fez história com a seleção de Portugal uma vez ao conquistar o inédito título da Eurocopa de 2016. Depois de colocar o país no topo da Europa, sonha mais alto e faz planos para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Antes, porém, tem a Copa das Confederações no meio do caminho, no mês que vem.

Fernando Santos quer faturar a Copa das Confederações com a seleção portuguesaDivulgação

Nesta quinta-feira, ele anuncia a lista de convocados e, mesmo sem depositar todas as fichas no atacante Cristiano Ronaldo, confia no craque do Real Madrid para faturar mais uma taça. Ao jornal O Estado de S.Paulo, o treinador diz também que Neymar é "um magnífico jogador" e que os "resultados desde a chegada de Tite têm sido excelentes".

O que os torcedores podem esperar de Cristiano Ronaldo na Copa das Confederações?

O habitual: o talento do melhor jogador do mundo aliado ao trabalho, ao carisma e também à vontade de vencer todas as adversidades.

O senhor concorda com a avaliação de que o desempenho de Portugal na Copa das Confederações depende do desempenho de Cristiano Ronaldo?

O futebol é um jogo coletivo e Portugal tem a sorte de contar com o melhor jogador do mundo. Os resultados da seleção portuguesa demonstram que temos casado de forma perfeita o contributo inigualável de Ronaldo com a força coletiva. Agora, é óbvio que os melhores jogadores têm sempre grande influência nas equipes que jogam. Ronaldo é decisivo no Real Madrid, como já foi no Manchester United. Como não seria na seleção?

A campanha de Portugal na Copa das Confederações servirá como referência para a Copa do Mundo de 2018?

Não, até porque ainda estamos disputando a classificação para esta