Novos tempos! Jogador detona clube após ser dispensado por WhatsApp

Nano Krieger, de 22 anos, era jogador do Remo, e afirma ter recebido mensagem de dirigente avisando que seu contrato não seria renovado

Por O Dia

Pará - O Remo, tradicional clube paraense, anunciou em coletiva de imprensa a saída de três jogadores de seu elenco, todos dispensados. Entre eles, o argentino Nano Krieger, que criticou a diretoria, afirmando que foi avisado da decisão por uma mensagem no WhatsApp.

Nano Krieger fez apenas cinco jogos pelo RemoReprodução / Instagram

Com 22 anos, o atacante tem passagem pela categoria de base do Boca Juniors, jogando também pelo Huracán. No seu Instagram, Krieger publicou uma mensagem onde questionava a atitude da diretoria.

"Dispensar por whats sem explicação prévia é covardia, eu merecia isso? Obrigado por todas as mensagens, estou lendo todas, vocês merecem mais", diziam as postagens do atleta.

Nano Krieger não recebeu bem a sua dispensa pelo RemoReprodução / Instagram

Marco Antônio Pina, diretor de futebol do clube paraense, negou as acusações e afirmou que ligou para o argentino, informando-o da decisão. Ainda segundo o dirigente, a mensagem só foi enviada para confirmar o que havia sido conversado.

"Com certeza isso não aconteceu. Hoje cedo quando recebi essa postagem dele, eu liguei para ele e falei da minha chateação. Ele foi maldoso e achei uma covardia. Sempre tivemos boa relação, mas ele se chateou por isso. Só que ele não entende muito bem a nossa língua e mandei uma mensagem depois."

No entanto, as declarações de Marco Antônio não foram bem recebidas por Krieger, que fez novo post no Instagram, contradizendo a declaração do dirigente, tentando esquivar-se do rótulo de mentiroso.



Últimas de Esporte