Rodriguinho admite grupo 'quase todo definido', mas espera criar dúvida em Tite

O Brasil vai encarar a Argentina às 7h05 (horário de Brasília) desta sexta-feira em Melbourne, na estreia do técnico Jorge Sampaoli à frente da seleção rival.

Por O Dia

Rio - Já classificada para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, a seleção brasileira quer aproveitar os próximos dois amistosos para promover testes e observar alguns novos atletas. E é exatamente esta a intenção do meio-campista Rodriguinho: utilizar os jogos para criar uma dúvida e ganhar uma vaga no grupo "quase todo definido" de Tite.

O Brasil vai encarar a Argentina às 7h05 (horário de Brasília) desta sexta-feira em Melbourne, na estreia do técnico Jorge Sampaoli à frente da seleção rival. E, depois, na próxima terça-feira, o desafio será diante da Austrália.

"Lógico que a seleção já tem um grupo todo - ou quase todo - definido, mas tenho a oportunidade de estar aqui e deixar uma dúvida para ele, de se eu tenho merecimento e condições de estar na Copa como todos os outros que estão aqui", comentou o jogador do Corinthians, em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira.

Rodriguinho concedeu entrevista coletivaPedro Martins / MoWA Press / Divulgação

Rodriguinho também reconheceu sua "proximidade" com Tite, mas garantiu que foi convocado à seleção por merecimento. "Fico feliz pela oportunidade de estar aqui. Ele (Tite) que me levou para o Corinthians, ele conhece o meu trabalho e o momento que estou vivendo. Então, por merecimento, ele me convocou."

Confiante em conquistar um espaço na seleção, o meio-campista acrescentou que está pronto para contribuir com o time nacional. "Espero da melhor forma possível retribuir com dedicação para continuar sempre aqui. Esse é o objetivo de todos, dentro de uma disputa sadia, estar representando a seleção da melhor forma possível", completou Rodriguinho.

Últimas de Esporte